Menu
Busca domingo, 28 de fevereiro de 2021
(67) 99820-0742

Com aumento de 14%, MS é o 6º estado com maior alta na entrada de turistas

14 junho 2019 - 08h00Por Correio do Estado

Mato Grosso do Sul é o sexto estado do País que registrou a maior alta na entrada de turistas estrangeiros, com crescimento de 14% em 2018, segundo dados do Anuário Estatístico do Turismo, divulgado pelo Ministério do Turismo nesta semana, com base em informações da Polícia Federal.

De acordo com o levantamento, apenas 11 estados tiveram aumento nas chegadas de visitantes de outros países, ficando Mato Grosso do Sul atrás apenas de Pernambuco (45,7%), Minas Gerais (44,8%), Ceará (44,1%), Amapá (31,2%) e Santa Catarina.

No ano passado, o Estado recebeu 91.518 mil turistas estrangeiros, 11.248 a mais do que em 2017, quando 80.270 estrangeiros chegaram até Mato Grosso do Sul.

A maioria dos visitantes chega  por meio terrestre, sendo 91.176 entrando no Estado por esta via de acesso, enquanto 308 chegaram via aérea e apenas 34 via fluvial. Os meses de janeiro e fevereiro são os preferidos pelos viajantes, concentrando quase o dobro de visitantes do que os demais meses do ano.

Mais de 90% dos turistas que visitam Mato Grosso do Sul vem da Bolívia e Paraguai, países que fazem fronteira com o Estado. Os dois países vizinhos enviaram 82.214 turistas para o Estado no ano passado.

BRASIL

No cenário nacional, também houve crescimento de 0,5% em relação a 2017, com 32.606 turistas internacionais a mais em destinos brasileiros. No ano, foram 4.328.074 visitantes.

Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, os dados configuram um excelente termômetro para as ações que o Ministério vem implementando ao longo dos cincos meses de gestão. Este crescimento, fora do eixo São Paulo-Rio de Janeiro, demonstra  avanço na diversificação e qualificação da oferta turística de outros estados, melhorias na infraestrutura da região e ações de promoção.

“No fundo, o ponto central é a priorização do turismo brasileiro nos municípios e estados em uma gestão integrada e uniforme. Nesse sentido, vivemos um momento único, que oferece uma excelente oportunidade ao nosso país”, ressalta o ministro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Último dia de fevereiro será de 'fritar
Ex-ministros da Saúde recomendam lockdown para evitar colapso no Brasil
Prefeita de Bella Vista é baleada na frente de casa
Homem capota carro, rasga uniforme de bombeiro e acaba preso em Campo Grande
Bêbado tenta furar bloqueio policial com carro recheado de bebidas no Monte Castelo
Homem é morto após discussão em bar de Ribas do Rio Pardo
Tempo firme, chuvas isoladas e máxima de 35ºC em MS
Tarifa da conta de energia segue bandeira amarela para março
Mãe é empurrada pelo filho após discutir com nora em Campo Grande
Festa com bebida, som alto e gritaria é encerrada no Jardim Tarumã