Menu
Busca sábado, 23 de janeiro de 2021
(67) 99820-0742

Indígenas de MS vão a Brasília denunciar violência

09 outubro 2015 - 00h54

Valdelice Veron, liderança indígena Guarani Kaiowá, fez um apelo ontem (07), à Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, em audiência pública que discutiu os conflitos entre indígenas e proprietários de terras de Mato Grosso do Sul. Os indígenas denunciaram os constantes ataque por parte de fazendeiros, da polícia e de políticos locais. A demarcação de terras é uma das principais questões que levam ao conflito no campo.

Valdelice afirmou que as terras indígenas não são reservas criadas pelo extinto serviço de proteção ao índio o que faz com que se sintam presos a um confinamento, onde são subjulgados por latifundiários do estado. Apesar de terem sido convidados ao debate, representantes do setor produtivo e do governo do Mato Grosso do Sul não compareceram.


Karla Martins

Deixe seu Comentário

Leia Também

Japão nega que Olimpíada deste ano será cancelada
Modi diz que Índia é autossuficiente em vacinas contra covid-19
Salariômetro: reajuste salarial ficou abaixo da inflação em dezembro
Prévia da Sondagem da Indústria tem recuo de 3,5 pontos
Estado Islâmico reivindica atentados suicidas em Bagdá
Cara de pau: ladrão simula pedido e anuncia assalto em lanchonete
'Esse macaco': Cliente se altera e comete ato racista contra vigilante em Campo Grande
PF combate lavagem de dinheiro no Distrito Federal e em Goiás
Nas redes sociais, influenciadora associa mau cheiro à pele negra e causa polêmica
Escolagov abre inscrições para curso inédito sobre web conferências