Menu
Busca quarta, 20 de janeiro de 2021
(67) 99820-0742

Dentistas vão voltar a atender na rede pública – prefeito pede pressa na retomada dos serviços

19 abril 2017 - 13h04Por Fonte:Assessoria de Comunicação da PML

As equipes odontológicas devem voltar a atender aos moradores de Ladário em duas semanas. A informação é da gerente de atenção à saúde do município, Simone Roca. Segundo ela, faltam apenas alguns reparos e instalação de equipamentos para que o serviço seja retomado. “Nós temos pressa para que os dentistas voltem a atender, precisamos prestar esse serviço ao nosso povo e eu já solicitei à Secretaria de Saúde que apure esse processo”, disse Carlos Ruso.

Esta semana chegaram a Ladário, três compressores novos que estão sendo instalados nos consultórios das Unidades Básicas de Saúde. O ar comprimido produzido por eles é necessário para fazer funcionar os equipamentos odontológicos. “Nós pedimos urgência na entrega desses compressores e conseguimos que eles fossem entregues em tempo recorde, agora estamos trabalhando para que a instalação também seja rápida”, disse o prefeito Ruso que tem acompanhado o processo pessoalmente.

Segundo Simone, as cinco equipes atenderão em dois períodos no João Fernandes, que fica no Alta Floresta, no Nova Aliança e na Policlínica do centro. O atendimento será feito de 07 às 11 da manhã e de 1 as 5 da tarde. Ainda não há previsão de pronto atendimento odontológico, mas  procedimento já foi cogitado e pode ser implantado na rede pública de saúde em Ladário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prefeito comemora início da vacinação e reforça importância das medidas de biossegurança
Advogado se comove e ajuda doméstica com lesão na coluna a batalhar por auxílio-doença
Marido bate na esposa, faz ameaças de morte, é flagrado pela mãe e acaba 'em cana'
Gazin doa 120 colchões para Prefeitura atender famílias afetadas pelas chuvas
'Doidão': motociclista alega estar drogado após manobra perigosa em Campo Grande
1º médico a ser vacinado em MS, Milton diz que vacina é esperança para fim do sofrimento
Cerest realiza ações em unidades de saúde visando o Janeiro Branco
Bolsonaro insiste na cloroquina, mesmo depois da Anvisa negar eficácia do remédio
Prefeitura atende 8 famílias com colchões e cestas básicas
Vacinada, técnica lembra que marido morto pela Covid pediu para ela não desistir da profissão