Menu
Busca terça, 26 de janeiro de 2021
(67) 99820-0742
maticula

Após cinco dias internados, adolescente de 12 anos morre com vírus da Influenza B

28 junho 2016 - 14h53

Corumbá registrou a primeira morte por influenza B. De acordo com as informações repassadas ao Corumbá Agora, o caso teria ocorrido em um adolescente de 12 anos, que estava internado na Santa Casa e veio a óbito no último domingo, 26 de junho.

O caso teria sido registrado como pneumonia bacteriana, porém, exames laboratoriais confirmaram a morte por Influenza B. O jovem foi levado pelos pais ao pronto Socorro da cidade, no dia 20, onde apresentava vômitos e muita dor no tórax, mas após atendimento foi liberado.

Não apresentando melhoras, os responsáveis resolveram retornar no dia seguinte, terça-feira (21), quando ele acabou sendo internado as pressas no Centro de Terapia Intensiva- CTI, desta unidade de saúde.

Porém, após cinco dias internados, o adolescente não apresentou melhoras em seu quadro clínico e veio a óbito no do domingo (26).  

Procedimentos

Em entrevista ao Corumbá Agora, o coordenador do pronto-socorro e da Unidade de Pronto Atendimento- UPA  Emerson Ferreira Moreira, informou que novas medidas deverão ser tomadas para dar prosseguimento a prevenção contra a doença.

“Iremos realizar uma nova capacitação com os profissionais da área da saúde colocando propostas para que haja a prevenção contra a doença, que geralmente atinge crianças nessa faixa etária. Na verdade ao ser diagnosticado com gripe, o paciente tem que imediatamente procurar a unidade de atendimento mais próxima, pois a doença vem sofrendo mudanças em seu comportamento, como foi o caso do jovem que veio a óbito, já que depois de detectado com a Influenza, a pneumonia que surgiu em decorrência da mesma também contribui para o agravamento do caso. Por isso a prevenção ainda é o melhor a se fazer”, falou Emerson.   

O vírus

Até o momento este é o primeiro caso da doença. Mas em relação a Influenza A, o município já registrou 60 notificações da doença, incluindo nove casos confirmados de H1N1, sendo duas mortes.

Haemophilus influenzae tipo b (Hib) como também é conhecida a doença da Influenza B, é uma bactéria que atinge principalmente crianças até cinco anos, causando infecções que começam geralmente no nariz e na garganta, mas podem se espalhar para outras partes do corpo, incluindo pele, ouvidos, pulmões, articulações, membranas que revestem o coração, medula espinhal e cérebro.

Essa bactéria pode causar diferentes doenças infecciosas com complicações graves, como pneumonia, inflamação na epiglote, dor de ouvido, infecção generalizada na corrente sanguínea, inflamação do pericárdio, inflamação das articulações e sinusite.

Uma das piores doenças causadas pela bactéria Haemophilus influenzae tipo b é a meningite, que geralmente tem um início súbito com febre, dor de cabeça intensa, náuseas, vômitos e rigidez de nuca. Sequelas graves ocorrem de 3% a 5% dos sobreviventes de meningite por Hib como déficit auditivo grave e lesões cerebrais permanentes.

vacinação é a única forma de se prevenir contra a doença e sua eficácia é de 95% a 100% após a aplicação do esquema completo de imunização. 

 

Fonte: Leonardo Cabral ( colaboração) 

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Período de inscrições para cursos do Pronatec segue aberto até 31 de janeiro
Com mineradoras, prefeito discute segurança do tráfego na rodovia BR-262
Terça-feira de tempo claro, calor e pancadas de chuva à tarde
Corumbá recebe novo lote com 970 doses da vacina contra Covid-19
Onça solta no Pantanal já se alimentou e até atravessou o Rio Paraguai a nado
Agepan realiza Consulta Pública sobre Tarifa de Pedágio na MS-306
Terceiro lote de vacina contra a Covid-19 chega a MS
Rede Hemosul permite que moradores do interior também ajudem a salvar vi
Janeiro registra mais de 460 óbitos por coronavírus e já é o 3º pior mês da pandemia
Presidente da Assembleia assina pedido para assumir Governo até dia 30