Menu
Busca quinta, 25 de fevereiro de 2021
(67) 99820-0742

Policial suspeito de ajudar delegado em execução é reintegrado ao cargo

27 maio 2019 - 14h00Por Mariana Cardoso

A Corregedoria da Polícia Civil do Estado revogou o afastamento do policial civil, Emmanuel Contis suspeito de ajudar na execução do boliviano Alfredo Rangel Weber, de 48 anos, morto no dia 23 de fevereiro.

A revogação do afastamento foi publicada no Diário Oficial do Estado, nesta segunda-feira (27), onde determina que a volta deva contar desde a data do alvará de soltura, do dia 14 de maio deste ano. Ficando estabelecido que o investigador volta a pertencer ao quadro efetivo da Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, lotado em exercício na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Corumbá. Assim, o policial volta as atividades profissionais.

O policial foi preso em março, junto do delegado da DAIJI (Delegacia de Atendimento à Infância, Juventude e do Idoso), Fernando Araújo da Cruz, por suspeita de auxiliar na execução do crime contra o boliviano,  Alfredo Rangel Weber, 48 anos, na noite do dia 23 de fevereiro deste ano, dentro de uma ambulância que vinha da Bolívia para Corumbá.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Corumbá conta com novo método de prevenção à infecção pelo HIV
Bradesco atendeu 227 servidores no primeiro dia agendamento para abertura de contas
Prefeitura promove campanha “A alegria da pesca voltou a Corumbá”
Comissão Intergestores Bipartite da assistência social realiza primeira reunião do ano nesta quinta-feira
Turistas estrangeiros avaliam gastronomia sul-mato-grossense como a melhor do Brasil
MS terá conselho municipal de saúde animal visando evolução do status sanitário da Aftosa
Governo já investiu R$ 4,6 bilhões em infraestrutura desde 2015 e segue com agenda de obras até o final de 2022
Mais de 1,2 mil privados de liberdade realizam o Enem Prisional nesta semana em MS
Sede do Detran-MS passará por reforma a partir desta terça-feira
Sedhast lança Resolução de programa que concede benefício social para acadêmico indígena