Menu
Busca quinta, 25 de fevereiro de 2021
(67) 99820-0742

Reinaldo vai amanhã a Brasília discutir reforma e rota bioceânica

10 junho 2019 - 17h15Por Campo Grande News

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) vai amanhã (11) a Brasília participar de reuniões sobre a reforma da previdência, assim como uma agenda com o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, onde irá tratar de projetos da rota bioceânica.

 

O tucano vai participar de mais uma reunião do Fórum dos Governadores, onde a pauta principal é a aprovação da reforma da previdência. Eles terão a missão de convencer as bancadas federais a votar pela inclusão dos estados e municípios no projeto.

Reinaldo adiantou que dos 11 parlamentares do Estado, nove devem votar a favor da reforma e da inclusão dos estados. “Precisamos trabalhar nossas bancadas. Agora precisamos de votos, de cada governador fazer o trabalho de articulação”, disse o governador. Entre os deputados contrários à reforma está Vander Loubet (PT) e Dagoberto Nogueira (PDT).

O governador também citou que o relator da reforma, o deputado Samuel Moreira (PSDB-MG), vai apresentar seu parecer na próxima quinta-feira (13), na Comissão Especial da Câmara Federal, e que a expectativa é que os estados estejam incluídos no projeto.

Neste encontro com os governadores, que vai ocorrer no período da manhã, ainda será discutida a divisão dos recursos do Fundeb, o Plano Mansueto (socorro aos estados), a Lei Kandir, cessão onerosa do Pré-Sal, além dos projetos que tratam do fundo de participação dos estados e o marco legal do saneamento básico.

Reinaldo durante reunião com diretores da Itaipu Paraguai, em Porto Murtinho (Foto: Chico Ribeiro - Governo MS)Reinaldo durante reunião com diretores da Itaipu Paraguai, em Porto Murtinho (Foto: Chico Ribeiro - Governo MS)

A intenção é conseguir a liberação de recursos para construção do anel viário, que vai ligar a ponte sobre o Rio Paraguai, em Porto Murtinho, com a rodovia BR-267. Esta verba pode ser adquirida por meio de emendas impositivas junto a União, para a execução da obra do contorno.

Outro assunto será a realização de um estudo de viabilidade e impacto ambiental, sob a coordenação do Dnit, que vai colaborar o governo do Paraguai na construção da travessia rodoviária, que vai fazer parte da rota bioceânica.

O governo estadual adiantou que em agosto haverá uma nova rodada de reuniões sobre a rota bioceânica entre o Brasil, Paraguai, Argentina e Chile, em Campo Grande, para discutir o andamento dos projetos de infraestrutura e turismo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mais de 1,2 mil privados de liberdade realizam o Enem Prisional nesta semana em MS
Sede do Detran-MS passará por reforma a partir desta terça-feira
Sedhast lança Resolução de programa que concede benefício social para acadêmico indígena
Quarta-feira de tempo claro e máxima de 37°C no Estado
Para reforçar campanha de imunização contra a Covid, Ministério da Saúde envia 300 mil agulhas e seringas à MS
Comissão de Educação defende retorno das aulas presenciais em MS só depois da vacina
Semagro firma convênio com a Caixa para orientar agricultores na contratação do Pronaf
Frente Fora Bolsonaro admite divergências, mas reforça crescimento do movimento em MS
Professor denuncia contágio de educadores em reuniões e reforça risco de volta às aulas em MS
Vereador cobra pista de caminhada no Jardim Imá