Menu
Busca quinta, 25 de fevereiro de 2021
(67) 99820-0742

Onze brasileiros são presos com granada e 2 toneladas de maconha

30 maio 2019 - 17h15Por Correio do Estado

Após a execução de seis pessoas em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, na quarta-feira (22), a Direção de Investigações Criminais de Casos Puníveis, da Polícia Nacional do Paraguai, prendeu 11 brasileiros e um paraguaio e apreendeu duas toneladas de maconha, armas, munições e até uma granada, além de vários documentos, em uma fazenda na região de Capitan Bado, município paraguaio que faz fronteira com Mato Grosso do Sul, na manhã de hoje (30).

Segundo informações do site Porã News, dentre as apreensões estão duas escopetas calibre 12, granada de mão, cinco rádios comunicadores, cartuchos de munição de diferentes calibres, uma caminhonete Mitsubishi, um Fiat Adventure, uma caminhonete GM-S10 e mais de duas toneladas de maconha.

Os presos foram identificados como Cícero Marcos Silva de Sousa, de 44 anos, Marcelo Sander Costello e Cleiton Nunes Sapucaí, que não tiveram a identidade revelada, Mateus Enrique Cornele, de 30, Wilson Fabiano Martin López, de 21, Anderson Junior Giacomin, de 31, Eduardo Marques Mendoza, de 30, Francisco da Chaga Cena, de 23, Rafael Carvalho Macena da Silva, de 24, Velinton Richar Neres da Costa Ondoña, de 26, Michael da Silva, de 32, Anderson Moraes Pereira, de 23, e o paraguaio Salustiano Nuñez, também de 44 anos.  

CHACINA

Ainda conforme o site, as investigações começaram depois da execução de seis jovens na madrugada do dia 22 de maio, onde um bebê ficou ferido de raspão por um disparo. Ele foi levado ao Hospital Regional da cidade, onde após receber atendimento médico foi liberado.

Cinco homens, uma adolescente de 16 anos e o filho dela, de 1 ano e 11 meses, estavam sentados em frente a uma residência, por volta das 0h30, quando um Jeep se aproximou, parou no local e ocupantes fizeram vários disparos de fuzil calibre 5.56 e pistola 9 mm contra o grupo, fugindo em seguida.

Os cinco homens e a adolescente morreram na hora. Eles foram identificados como Sergio Diosnel Cabrera Benítez, 20 anos,  Alcides Alexis Ayala, 26 , Pedro Valdez Sánchez, 36, Luciano Medina Melgarejo, 20, e Liz Noelia Cabrera Benítez, 16.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bradesco atendeu 227 servidores no primeiro dia agendamento para abertura de contas
Prefeitura promove campanha “A alegria da pesca voltou a Corumbá”
Comissão Intergestores Bipartite da assistência social realiza primeira reunião do ano nesta quinta-feira
Turistas estrangeiros avaliam gastronomia sul-mato-grossense como a melhor do Brasil
MS terá conselho municipal de saúde animal visando evolução do status sanitário da Aftosa
Governo já investiu R$ 4,6 bilhões em infraestrutura desde 2015 e segue com agenda de obras até o final de 2022
Mais de 1,2 mil privados de liberdade realizam o Enem Prisional nesta semana em MS
Sede do Detran-MS passará por reforma a partir desta terça-feira
Sedhast lança Resolução de programa que concede benefício social para acadêmico indígena
Quarta-feira de tempo claro e máxima de 37°C no Estado