Menu
Busca sexta, 04 de dezembro de 2020
(67) 99820-0742

Defensoria já atende gratuitamente em Ladário nas áreas cível e criminal

03 maio 2017 - 15h00Por Assessoria de Comunicação da PML

Respeitando a convênio firmado com a Prefeitura Municipal de Ladário, assinado no mês de abril pelo prefeito Carlos Ruso, a Defensoria Pública passou a atender esta semana gratuitamente no município. Ao todo, 30 pessoas serão atendidas semanalmente nas áreas cível e criminal, com a elaboração de processos a serem encaminhados para a justiça.

“Desta forma passamos a dar o suporte necessário àquelas pessoas que precisam agilizar processos judiciais e, que muitas vezes, não têm nem como se deslocar até o Fórum em Corumbá”, disse o prefeito. A prefeitura está fornecendo o local para atendimento e os estagiários que auxiliam os defensores nos processos.

A Defensoria Pública está funcionando na sede da Secretaria Municipal de Fomento ao Desenvolvimento Econômico, na rua Cunha e Couto, 945. Os defensores estão à disposição da população no horário de 8 às 11 horas da manhã, mas é necessário pegar senha de atendimento, já que a demanda em Ladário é muito grande e não há como atender todos os casos de uma só vez.

“Serão 15 senhas para terça, na área cível e 15 na quarta, na área criminal. Nós temos um defensor público, um assessor e dois estagiários, para dar suporte a essa estrutura”, disse o defensor público Lauro Moreira Scholer, que esteve de plantão nesta quarta feira, 03 de maio, em Ladário.

Segundo Lauro, as necessidades em Ladário são muitas e a proximidade da defensoria deve ajudar a resolver muitos problemas que as pessoas têm com a justiça. “Tem um grande número de pessoas que não têm sequer como se deslocar para Corumbá para serem atendidas pela defensoria, essa é a razão de nós estarmos aqui”, afirmou.

Além do deslocamento, outra vantagem do atendimento público é que não se gasta nada com ele. Nem mesmo as custas processuais ou as despesas com documentação são cobradas do cidadão. A partir de agora a expectativa é que as pessoas procurem os defensores públicos para resolver de vez as questões judiciais pendentes. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Japão pode proibir veículos a gasolina em meados da década de 2030
Acordo estabelece ações de defesa para o consumidor com deficiência
Caixa paga terça-feira abono de declarações da Rais fora do prazo
PIB cresce 7,7% do segundo para o terceiro trimestre, diz IBGE
PF prende sete investigados da Operação Overload
PRF apreende 104,8 Kg de cloridrato e pasta base de cocaína em Campo Grande (MS)
Operação Residence desarticula traficantes de drogas na Paraíba
Corinthians fica no 0 a 0 com o Fortaleza no Castelão
Nota MS Premida distribui R$ 3 milhões em prêmios; Dinheiro esquecido vai para habitação
Fátima Bernardes revela que está com câncer no útero