Menu
Busca sexta, 15 de janeiro de 2021
(67) 99820-0742

Rio 2016: Ministro da Justiça nega probabilidade de terrorismo nos Jogos Olímpicos

05 julho 2016 - 17h54

O ministro da justiça, Alexandre de Moraes, afirmou hoje (5) que não há probabilidade de ocorrer um ataque terrorista no Brasil durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro.

Moraes participou da entrevista coletiva que reuniu organizadores dos Jogos, a um mês da abertura da competição, marcada para o dia 5 de agosto.

"Não temos probabilidade de algum evento terrorista. A possibilidade existe no mundo todo, mas não há a probabilidade. Mas trabalhamos como se houvesse", disse o ministro, que pediu tranquilidade à população e aos turistas: "Podem ficar absolutamente tranquilos".

O Ministério da Justiça assumiu hoje a segurança patrimonial das arenas olímpicas, com a Força Nacional de Segurança Pública. Segundo Moraes, todo o efetivo da Força Nacional, da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal estará em seus postos até 24 de julho.

De acordo com o ministro, a atuação da Força Nacional nos locais de competição permitirá que a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro se dedique exclusivamente à segurança pública durante os jogos.

Moraes disse que os policiais militares devem ter a primeira parcela do RAS (Regime Adicional de Serviço) quitada nesta semana e, a partir disso, o pagamento de horas extras será normalizado. "Já foram liberados e já foram transferidos", disse Moraes sobre os R$ 2,9 milhões em crédito suplementar que o governo federal liberou para o governo do estado do Rio, que enfrenta uma crise financeira que se agrava desde o ano passado.

 

Fonte: Agência Brasil 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Com 1.101 vagas, inscrição para vestibular UEMS 2021 vai até 24 de janeiro
Regime previdenciário foi tema de ação da PGE
Segunda etapa de pré-matrícula da REE se encerra nesta sexta
Há 21 anos, Michele amputou perna após acidente e precisou ressignificar sentido da vida
Bêbado recusa teste e ameaça policiais de morte em operação Lei Seca
Dupla que invadiu hotel, agrediu idoso e roubou R$ 10 mil é presa
Pega ladrão: bandido é espancado após roubar celular no Los Angeles
Mulher pega "empréstimo" e denuncia ameaças de agiota em Campo Grande
Grávida flagra traição e é espancada a pauladas pelo marido em MS
Caminhoneiros pedem reunião com Bolsonaro para evitar greve em fevereiro