Menu
Busca sexta, 04 de dezembro de 2020
(67) 99820-0742

Marinha e Prefeitura acreditam no Porto Comercial como gerador de emprego e renda

13 janeiro 2017 - 14h01

“É um empreendimento que vai gerar mais renda e mais emprego para Ladário”. A frase foi dita como garantia de um especialista em navegação que depois de dois anos comandando o 6º Distrito Naval de Ladário, se prepara para deixar o município, referindo-se ao Porto Comercial da cidade. O contra almirante Petrônio Augusto Siqueira de Aguiar esteve na manhã desta quinta feira (12), ao lado de seu sucessor, o também contra almirante Luiz Otávio Barros Coutinho, no gabinete do prefeito Carlos Ruso, na Prefeitura Municipal de Ladário.

Durante o encontro, um dos temas mais relevantes, além da manutenção da parceria entre as duas instituições, foi a reativação do Porto de Embarque e Desembarque de cargas de Ladário. “É um importante fator de desenvolvimento para o município”, disse Ruso, para quem o transporte hidroviário será determinante para alavancar uma nova fase que vai determinar o fortalecimento econômico de Ladário.

“Eu fiquei impressionado quando fui a Porto Murtinho, com a movimentação na cidade, filas e filas de caminhões”, disse Petrônio, se referindo ao embarque e desembarque de cargas na cidade sul-mato-grossense, que também fica às margens do rio Paraguai. Murtinho foi beneficiada por um decreto assinado pelo governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, que ofereceu vários incentivos e fomentou as operações naquela cidade, a exemplo do que deve acontecer em Ladário, também beneficiada no mesmo decreto.

“A nossa primeira pauta com o governador será o porto. Assim que formos a Campo Grande conversar com ele, esta será a nossa prioridade”, afiançou Ruso, que já esteve na sede da Administração da Hidrovia Paraguai/Paraná (Ahipar), em Corumbá, conversando com o coordenador da hidrovia, Marcos Derzi. Para ele, a implementação do porto é questão de tempo e, “quando se tornar realidade, vai gerar emprego e renda para nossa gente que vai atender ao movimento de caminhões e cargas e ainda se beneficiará dos tributos gerados pelo transporte de cargas”, afirmou.

O encontro foi um entrelaçamento de parcerias entre as duas mais fortes instituições de Ladário e da fronteira oeste do Brasil. A Marinha emprega hoje1900 militares e a Prefeitura, 870 servidores. Além disso, as ações sociais desenvolvidas individual ou conjuntamente, são de suma importância para a população, tanto de Ladário, quanto de Corumbá.

“Eu entendo que nós somos partícipes. A Marinha tem mais de 1900 pessoas aqui, nossos militares estudam, os filhos de nossos militares estudam nas escolas aqui, então, o aspecto social, econômico, tudo influencia nessa área de Ladário, então é muito importante essa relação. Temos que dar continuidade”, disse o almirante Barros, que irá assumir o Distrito Naval nesta sexta feira, 13/01, já demonstrando boa vontade em participar do dia a dia da comunidade ladarense.

O prefeito Carlos Ruso foi militar da Marinha. Como fuzileiro naval ele diz ter aprendido a ter disciplina, o que irá ajudá-lo na administração do município. Além disso, ficou evidente na reunião de hoje, que como militar da reserva, o diálogo com os comandantes ficou muito mais franco e aberto, de forma a facilitar o entendimento entre as duas mais fortes e importantes instituições da região pantaneira. (Assessoria de Comunicação e Imprensa – PML)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Japão pode proibir veículos a gasolina em meados da década de 2030
Acordo estabelece ações de defesa para o consumidor com deficiência
Caixa paga terça-feira abono de declarações da Rais fora do prazo
PIB cresce 7,7% do segundo para o terceiro trimestre, diz IBGE
PF prende sete investigados da Operação Overload
PRF apreende 104,8 Kg de cloridrato e pasta base de cocaína em Campo Grande (MS)
Operação Residence desarticula traficantes de drogas na Paraíba
Corinthians fica no 0 a 0 com o Fortaleza no Castelão
Nota MS Premida distribui R$ 3 milhões em prêmios; Dinheiro esquecido vai para habitação
Fátima Bernardes revela que está com câncer no útero