Menu
Busca sábado, 23 de janeiro de 2021
(67) 99820-0742

Déficit da Previdência cresce 74,5% e é o maior desde 1995

27 janeiro 2017 - 12h11

O déficit previdenciário atingiu seu pior patamar desde 1995, quando começou a série histórica, e fechou 2016 em R$ 149,73 bilhões – um aumento de 74,5% em relação ao valor registrado no ano anterior, de R$ 85,81 bilhões. Os cálculos divulgados hoje (26) pelo governo mostram que o atual rombo representa 2,4% do Produto Interno Bruto (PIB). Em 2015, o índice era de 1,5%.

De acordo com o Ministério da Fazenda, em 2016, as despesas previdenciárias somaram R$ 507,9 bilhões, o equivalente a 8,2% do PIB. As receitas totalizaram R$ 358,1 ou 5,8% do PIB. O rombo real da Previdência, descontada a inflação, foi R$ 151,9 bilhões.

A Previdência urbana apresentou déficit de R$ 46,3 bilhões no ano passado, o que representa 0,7% do PIB. O número já desconta a compensação da desoneração da folha. A Previdência rural teve um saldo negativo de R$ R$ 103,4 bilhões, ou 1,7% do PIB.

O secretário de Previdência Social, Marcelo Caetano, defendeu que questões estruturais e conjunturais explicam o forte aumento do rombo do INSS em 2016. “Há o aspecto da demografia, já que a sociedade envelhece e isso gera cada vez mais benefícios, mas também há questões conjunturais. Em um ano particular, você pode ter uma geração de empregos menor. Como a arrecadação previdenciária está muito relacionada à folha de pagamentos, isso afeta.”

Para este ano, a expectativa da pasta é um novo aumento no déficit previdenciário. A previsão, segundo o secretário, é um resultado negativo em torno R$ 180 bilhões. Para Caetano, ainda que a Reforma da Previdência proposta pelo governo seja aprovada até dezembro, o impacto nos cálculos de 2017 é baixo, já que a discussão no Congresso Nacional deve se desenrolar ao longo do ano. (Agência Brasil)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Japão nega que Olimpíada deste ano será cancelada
Modi diz que Índia é autossuficiente em vacinas contra covid-19
Salariômetro: reajuste salarial ficou abaixo da inflação em dezembro
Prévia da Sondagem da Indústria tem recuo de 3,5 pontos
Estado Islâmico reivindica atentados suicidas em Bagdá
Cara de pau: ladrão simula pedido e anuncia assalto em lanchonete
'Esse macaco': Cliente se altera e comete ato racista contra vigilante em Campo Grande
PF combate lavagem de dinheiro no Distrito Federal e em Goiás
Nas redes sociais, influenciadora associa mau cheiro à pele negra e causa polêmica
Escolagov abre inscrições para curso inédito sobre web conferências