Menu
Busca segunda, 01 de março de 2021
(67) 99820-0742

Iunes se reúne com prefeito de Poconé buscando a integração dos municípios

08 junho 2019 - 15h00Por Assessoria de Comunicação PMC

O prefeito Marcelo Iunes, viajou juntamente com o Deputado Estadual, Evander Vendramini e o presidente da Câmara de Corumbá, Roberto Façanha, no final da manhã desta sexta-feira, 07 de junho, para a região do Acurizal, para um encontro realizado na Rppn da região. O encontro foi promovido pelo IHP/Rede Amolar e contou com a parceria do Sesc MT e MS.

 

A reunião aconteceu na Fazenda Acurizal, onde o prefeito de Poconé (MT) Tatá Amaral e o biólogo espanhol Ignácio Jimenez Pérez, já esperava as lideranças para uma apresentação do projeto que tem como iniciativa a integração entre os dois municípios e estados para a consolidação do Pantanal como destino internacional de natureza.

 

 “A ideia é unir esforços para o desenvolvimento do ecoturismo, movimentar a economia, gerar renda, emprego, valorização da cultura e história da região”, explicou o biólogo Ignácio.

 

Com um discurso, diferente do habitual, Ignácio realizou um workshop em Corumbá (MS) e Poconé (MT), nos últimos dias 4 e 6 de junho, “Produção da Natureza – Alto Pantanal”, que teve como objetivo apresentar novas visões e modelos para impulsionar a economia de regiões com recursos naturais abundantes como o Pantanal. O turismo de natureza pode aliar conservação e produção, tendo as áreas conservadas como motor de desenvolvimento da economia. 

 

O modelo foi testado na Argentina e virou case de sucesso ao transformar o parque Iberá em destino internacional de natureza. E ele afirma que o mesmo pode ser feito no Pantanal, que apresenta inúmeras vantagens. “O Pantanal está conservado, as espécies silvestres estão em abundância – onça pintada, araras azuis, ariranhas, antas, etc. Só é preciso se dar conta de todo o valor ambiental, cultural e histórico que o Pantanal tem. O mundo está sedento por tudo isso”, enfatizou Ignácio.

 

Para o deputado Evander Vendramini (MS) essa união de forças em prol do desenvolvimento do turismo de natureza se faz necessária. “Precisamos da união entre Mato Grosso e Mato Grosso do Sul para divulgar nossas belezas naturais, pois tirando a divisa geopolítica e fazendo a união dos povos, poderemos dar oportunidade a nossa população e um futuro melhor aos nossos jovens”.

 

Para Tatá Amaral, prefeito de Poconé (MT), pensar em ações em conjunto com o município vizinho, Corumbá, é imprescindível para que o mundo conheça a potencialidade do Pantanal. “Temos em comum a grande bacia do Pantanal e se trabalharmos juntos para divulgar tudo o que temos aqui, vamos avançar muito e trazer benefícios para toda a nossa região”, reforçou.

 

Já o prefeito Marcelo Iunes, manifestou seu entusiasmo em participar dessa reunião, onde ambos os municípios serão beneficiados, e essa união será em prol do Pantanal.

 

“Acredito que se unirmos esforços o destino poderá alcançar visibilidade no cenário internacional. É muito importante às prefeituras incentivarem os empresários que querem fazer parte dessa iniciativa que representa um avanço para os dois estados pensarem no desenvolvimento do turismo”, pontuou Iunes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Último dia de fevereiro será de 'fritar
Ex-ministros da Saúde recomendam lockdown para evitar colapso no Brasil
Prefeita de Bella Vista é baleada na frente de casa
Homem capota carro, rasga uniforme de bombeiro e acaba preso em Campo Grande
Bêbado tenta furar bloqueio policial com carro recheado de bebidas no Monte Castelo
Homem é morto após discussão em bar de Ribas do Rio Pardo
Tempo firme, chuvas isoladas e máxima de 35ºC em MS
Tarifa da conta de energia segue bandeira amarela para março
Mãe é empurrada pelo filho após discutir com nora em Campo Grande
Festa com bebida, som alto e gritaria é encerrada no Jardim Tarumã