Menu
Busca sábado, 27 de fevereiro de 2021
(67) 99820-0742
Violência Contra a Mulher

Marido não aceita separação, dá tiros no quintal de casa, xinga e ameaça matar mulher

17 junho 2019 - 10h45Por G1/MS

Ao não aceitar a separação, um marido atirou no quintal de casa, xingou a mulher e a ameaçou de morte, inclusive na frente da filha, em Campo Grande. Os policiais do 10° Batalhão da Polícia Militar (BPM) e outras viaturas, inclusive do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foram acionados nesse sábado (15), por conta da denúncia de violência doméstica, posse irregular de arma e as ameaças.

Ao chegar no local, eles conversaram com a vítima. Ela estava na esquina do imóvel, após conseguir despistar o companheiro. Em depoimento, a mulher disse que "está vivendo um momento conturbado em seu relacionamento, com possibilidade de separação", sendo que, na última quinta-feira (13), o suspeito a ameaçou de morte, motivado por ciúmes ainda conforme a vítima.

Na ocasião, ele teria efetuado dois disparos e ressaltado que ela tinha amante. Com medo das ameaças, a mulher disse que não denunciou o crime na delegacia. Na tarde desse sábado (15), ela disse que saiu de casa com a filha, até a casa de uma amiga. Após algumas horas, retornou encontrando o esposo no imóvel.

Novamente, ela conta que ele "iniciou os xingamentos, sempre ofendendo a sua honra". "Ele disse: hoje a bala vai comer...vou te matar". A mulher então disse que ficou apavorada e tentou falar com a amiga, porém, ela não atendeu. Em seguida, o suspeito saiu de carro e ela disse que chamou a filha com intenção de fugir e buscar abrigo na casa da sogra.

O homem porém retornou rapidamente e a vítima então teria se trancado no banheiro, entrando em contato com a PM naquele momento. A viatura chegou e o homem correu em direção aos fundos do imóvel, conforme a mulher. Naquele momento, ela foi até a esquina e relatou o ocorrido para a equipe.

Já o suspeito abriu a porta do imóvel e negou todas as acusações, tanto da arma quanto das ameaças. Na sequência, a viatura do Bope chegou e localizou o revólver calibre 32, no telhado, com quatro munições. O homem então admitiu os disparos e todos foram encaminhados para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam).

A vítima ressaltou que deseja uma medida protetiva de urgência, bem como o afastamento do suspeito do lar, já que ela ainda teme o fato dele tirar a vida.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Diretor de Emergências da ONU diz que Brasil deve sofrer '4ª onda' da covid-19
Motorista atropela pedinte no Guanandi II
Moradora tem prejuízo de R$ 3,7 mil após bandido invadir casa pelo forro
Nota MS Premiada sorteia R$ 300 mil neste sábado
Mulher some com festa inteira e rouba até pula-pula em Campo Grande
Homem briga com desconhecidos e acaba baleado em Ladário
Idoso é colocado em porta-malas e amarrado em poste por ladrões em Campo Grande
Cara de pau: ladrão rouba moto, mas abandona veículo por falta de gasolina
Malandragem no ar: casal que levava vida luxo é preso por sequestro de mulher
MS registra mais 23 óbitos e 914 infectados pela covid-19