Menu
Busca quinta, 25 de fevereiro de 2021
(67) 99820-0742

Onça solta no Pantanal já se alimentou e até atravessou o Rio Paraguai a nado

26 janeiro 2021 - 16h00Por Portal de Notícias do Governo de MS

A onça Jou Jou, devolvida ao Pantanal na semana passada fez sua primeira alimentação na noite de sábado (23). Ela comeu uma capivara na região onde foi solta, na Serra do Amolar. E mais, o animal atravessou a nado o Rio Paraguai.

O médico veterinário do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres, Lucas Cazati, que foi o responsável pelo tratamento do animal, disse que estas primeiras informações mostram que a onça está recuperada, “sadia” e reabilitada para seu habitat natural.

A onça, um macho de 87 quilos, devolvida à mata na última quinta-feira (21), é monitorada por uma coleira que a cada hora emite um sinal, capturado pelo satélite e retransmitido ao software de monitoramento, que é feito por GPS e sinal VHF.

O médico veterinário, Diego Viana, do Instituto Homem Pantaneiro, responsável por fazer este monitoramento, explicou que as informações colhidas do GPS vão mostrar o que o animal fez no dia anterior, e que o sinal (VHF) emite a sua localização e distância em tempo real. Ao todo serão 24 informações diárias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bradesco atendeu 227 servidores no primeiro dia agendamento para abertura de contas
Prefeitura promove campanha “A alegria da pesca voltou a Corumbá”
Comissão Intergestores Bipartite da assistência social realiza primeira reunião do ano nesta quinta-feira
Turistas estrangeiros avaliam gastronomia sul-mato-grossense como a melhor do Brasil
MS terá conselho municipal de saúde animal visando evolução do status sanitário da Aftosa
Governo já investiu R$ 4,6 bilhões em infraestrutura desde 2015 e segue com agenda de obras até o final de 2022
Mais de 1,2 mil privados de liberdade realizam o Enem Prisional nesta semana em MS
Sede do Detran-MS passará por reforma a partir desta terça-feira
Sedhast lança Resolução de programa que concede benefício social para acadêmico indígena
Quarta-feira de tempo claro e máxima de 37°C no Estado