Menu
Busca quarta, 30 de setembro de 2020
(67) 99820-0742

União repassa área da antiga pousada Porto Vitória Régia para Conselho Gestor da Apa Baia Negra

25 julho 2016 - 14h33

 

 A Superintendência do Patrimônio da União juntamente com a Polícia Federal, Ministério Público Federal e os Oficiais de Justiça fizeram na manhã desta quarta-feira, 20 de julho, a reintegração de posse para União – SPU, da antiga pousada Porto Vitória Régia, localizada na estrada que dá aceso a Apa Baia Negra, mais conhecida como Codrasa.

No mesmo ato, a União repassou a área para o Conselho Gestor da APA Baía Negra, que durante três anos estava sob Apreciação judicial. A pousada era ocupada pelo Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Siderúrgicas de Corumbá, informou o superintendente substituto da União Carlos Pussolim que esteve durante a ação.

“O presidente desta instituição foi procurado, onde até mesmo foi notificado, pelo fato dele estar ocupando uma área que pertence a União, sem autorização. Tratava-se de uma invasão. Foram três anos de ocupação. E agora, após a reintegração, resolvemos repassar a área para a o Conselho Gestor da APA Baía Negra que dará continuidade a alguns trabalhos desenvolvidos em prol a população que ali vive”, explicou o superintendente da União.   

Para a presidente da associação dos moradores da Apa Julia Gonzales, o repasse da área  representa mais desenvolvimento para os moradores. “Essa é uma conquista o qual temos que comemorar, pois agora a nossa gente terá um local apropriado para futuras ações, programas e projetos a serem desenvolvidas, assim, como vem acontecendo com trabalhos realizados pela Prefeitura. Com essa sede, teremos mais qualificação, pois os nossos encontros aconteciam debaixo das árvores”, falou Julia.

Já para a o prefeito José Antonio Assad e Faria a doação dessa área para o Conselho Gestor permitirá a realização de trabalhos junto à comunidade.

“Este local será transformado em um Centro Integrado de Atendimento, oferecendo saúde, educação, meio ambiente, segurança, assistência social para os moradores da região. Além disso, também será implantado o núcleo do Geopark Bodoquena Pantanal, facilitando os estudos da área que é muito importante para os moradores, como também quem visita a Apa”, informou o prefeito.

A diretora-presidente da Fundação de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Ligia Lopes Teixeira de Santana, o local  permitirá a concretização de projetos que foram delineados para essa comunidade, que antes não podiam  ser efetivados.

“Vamos conseguir desenvolver trabalhos, como a alfabetização de adultos, cursos profissionalizantes entre outras capacitações,  por não ter naquele local uma estrutura física adequada. Agora já  podemos iniciar alguns desses  projetos pensando para melhorar a qualidade de vida desses ribeirinhos e a sustentabilidade da Área de Proteção Ambiental”, disse Ligia.

 

Fonte: Assessoria Ladário

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Renda Cidadã: Bolsonaro nega desejar reeleição e diz estar aberto a sugestões
PF detém secretários de Barbalho por suspeita de desvios na Saúde
Homem morre durante visita a academia no Aero Rancho
Ipea: renda dos mais pobres foi 32% maior que o habitual em agosto
Corpo é encontrado às margens da MS-160
Combate às queimadas no Pantanal ganha reforço de 120 brigadistas e bombeiros
Familiares de gêmeos mortos com 13 tiros são ouvidos e polícia procura por assassinos
Em Coronel Sapucaia, obras de recapeamento vão custar R$ 2,2 milhões
Com ressalvas, deputados aprovam mudanças no plano de aplicação dos recursos do Fundersul
Fogo se alastra em reserva no Pantanal, moradora corre e consegue salvar galinhas