Menu
Busca terça, 17 de setembro de 2019
(67) 99820-0742
Set

Reinaldo pede Força Nacional em área de atrito entre índios e fazendeiros

15 junho 2016 - 17h17

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), pediu apoio da Força Nacional em Caarapó, onde conflito entre fazendeiros e índios já deixou saldo de um índio morto e pelo menos outros cinco feridos na terça-feira (14). O conflito foi na fazenda Yvu, envolvendo os índios da aldeia Te’yikuê e fazendeiros. Policiais militares também ficaram feridos.

Em nota, o governo lamenta o episódio que resultou na morte e em feridos, dentre três eles policiais militares. Segundo o governo, eles foram rendidos, agredidos e tiveram roubadas três pistolas calibre .40, uma escopeta calibre 12 e três coletes.

“Quem estiver de posse das armas está em situação de flagrância por porte ilegal de armas de uso restrito e ainda receptação de produto de roubo”, traz o texto.

A nota informa, ainda, que os bombeiros foram acionados e prestaram socorro às vítimas e quando resgatavam os policiais a viatura foi incendiada, além de um caminhão que transportava uma colheitadeira.

Foi instaurado um inquérito policial para apurar os fatos e serão realizadas diligências para identificar os autores das agressões policiais, o roubo das armas e os danos causados à viatura policial.

A morte do agente de saúde Clodioudo Aguile Rodrigues dos Santos, 26, é apurada pela Polícia Federal. Os indígenas informam que Clodioudo foi morto a tiros pelos fazendeiros, mas os produtores dizem que, durante uma confusão, o agente de saúde foi atropelado por um caminhão.

 

Fonte: Campo Grande News 

Deixe seu Comentário

TECNODENTAL
Set 2

Leia Também

Bolsonaro tem alta e deixa hospital em São Paulo
WWF-Brasil lança concurso de fotografia para destacar as belezas naturais do Pantanal e da bacia do Alto Paraguai
Violência por dizer “não” ao ex-namorado fez Ana largar tudo e sair pelo mundo
Dica da semana: "O Homem que Viu o Infinito"
MS registrou 2.070 focos de calor em setembro, segundo dados do Inpe
Em 12 horas, queimadas destruíram 200 hectares em Bodoquena
Sem poder doar medula para Calebe, mãe quer alguém compatível para livrar seu filho da leucemia
Mato Grosso do Sul é o segundo no País com mais abates de bovinos
Homem leva mordida de cão, exige desculpas do vizinho e denuncia crime em MS: 'Coloca vinagre que é bom'
Marido quer que mulher aborte bebê só porque é uma menina