Menu
Busca sábado, 04 de julho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Reinaldo pede Força Nacional em área de atrito entre índios e fazendeiros

15 junho 2016 - 17h17

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), pediu apoio da Força Nacional em Caarapó, onde conflito entre fazendeiros e índios já deixou saldo de um índio morto e pelo menos outros cinco feridos na terça-feira (14). O conflito foi na fazenda Yvu, envolvendo os índios da aldeia Te’yikuê e fazendeiros. Policiais militares também ficaram feridos.

Em nota, o governo lamenta o episódio que resultou na morte e em feridos, dentre três eles policiais militares. Segundo o governo, eles foram rendidos, agredidos e tiveram roubadas três pistolas calibre .40, uma escopeta calibre 12 e três coletes.

“Quem estiver de posse das armas está em situação de flagrância por porte ilegal de armas de uso restrito e ainda receptação de produto de roubo”, traz o texto.

A nota informa, ainda, que os bombeiros foram acionados e prestaram socorro às vítimas e quando resgatavam os policiais a viatura foi incendiada, além de um caminhão que transportava uma colheitadeira.

Foi instaurado um inquérito policial para apurar os fatos e serão realizadas diligências para identificar os autores das agressões policiais, o roubo das armas e os danos causados à viatura policial.

A morte do agente de saúde Clodioudo Aguile Rodrigues dos Santos, 26, é apurada pela Polícia Federal. Os indígenas informam que Clodioudo foi morto a tiros pelos fazendeiros, mas os produtores dizem que, durante uma confusão, o agente de saúde foi atropelado por um caminhão.

 

Fonte: Campo Grande News 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bebê é achado morto em quarto de hotel; pais estão detidos
Em Dourados, médicos têm salários reduzidos durante a pandemia
PF faz novas buscas na casa de jornalista bolsonarista preso em Campo Grande
Portador de Alzheimer, Luiz desapareceu na Piratininga e filho pede ajuda para encontrá-lo
Infectada pela covid, mãe morre no parto e bebê sobrevive em Dourados
PMs flagram homem carregando cabeça decepada em SP
Corpo achado no Rio Paraguai segue sem identidade nem procura de familiares
Brasil tem mais 1.290 falecimentos por causa da covid-19
Com 16 mortes em 24h, MS vai a 107 óbitos por coronavírus e 9.388 doentes
Saúde compra 20 mil exames para diagnóstico de coronavírus pelo valor de R$ 377 mil