Menu
Busca terça, 01 de dezembro de 2020
(67) 99820-0742

Operação com aviões de guerra para combater tráfico começa nesta sexta

22 março 2017 - 20h19Por Campo Grande News

Começa nesta sexta-feira (24) uma operação da FAB (Força Aérea Brasileira) que irá usar aeronaves de guerra para coibir voos irregulares ligados a crimes como o narcotráfico. A Operação Ostium, como foi batizada, atuará no Estado, principalmente nas cidades de Dourados e Corumbá – distante 233km e 419km de Campo Grande, respectivamente.

Segundo a FAB, a operação deve prosseguir até o fim do ano e envolve o uso de aeronaves de combate e de reconhecimento, além de uma rede de radares posicionados na fronteira. O número de aviões e agentes envolvidos não é divulgado, por questões de segurança, conforme a Força Aérea.

As ações serão coordenadas a partir do Comae (Comando de Operações Aeroespaciais), localizado em Brasília (DF), e fazem parte do PPIF(Programa de Proteção Integrada de Fronteiras), desenvolvido pelo Ministério da Defesa.

Nesta sexta-feira (24), uma aeronave da FAB será utilizada para deslocar profissionais de imprensa de Campo Grande para Dourados, onde irão acompanhar a operação de helicópteros de combate AH-2 Sabre e H-60 Black Hawk, caças A-29 Super Tucano e drones.

Estarão à disposição só em Mato Grosso do Sul aeronaves como o helicóptero ‘falcão negro’, famoso pela atuação em territórios de guerra, além de novos caças recentemente comprados pela União.

Além das cidades sul-mato-grossenses, locais como Chapecó (SC) e Cascavel e Foz do Iguaçu (PR) também receberão reforço na vigilância aérea.

Em nota, a FAB informou que o serviço de alerta da área de fronteira permanecerá ativado 24 horas e que a atuação será imediata caso os radares da defesa aérea do País localizados nessas cidades sejam ativados. Caso haja necessidade, as aeronaves estão autorizadas a abater os suspeitos em áreas não populosas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dezembro traz chuva e aumento na umidade do ar
R$ 4,79: MS tem gasolina mais cara do Brasil, segundo levantamento
Mãe abandona crianças de 2 e 6 anos sozinhas para usar drogas no Vida Nova
Mãe tirou foto da filha momentos antes de ela morrer eletrocutada por decoração
Idosa é morta a facadas e tem casa queimada; principal suspeito é marido, que está internado
Funcionários de terceirizada da Energisa entram em greve por tempo indeterminado
Pedreiro e adolescentes mataram vizinho no Nova Lima em briga por registro de água
Agepan inicia mais uma campanha de fiscalização da geração de energia elétrica
Farmacêutica dos EUA vai solicitar uso emergencial de vacina contra Covid-19 no país e na Europa
Três acertam seis dezenas e levam R$ 33 mil em sorteio da Nota MS Premiada