Menu
Busca quarta, 01 de abril de 2020
(67) 99820-0742
Corona

Indígenas de MS vão a Brasília denunciar violência

09 outubro 2015 - 00h54

Valdelice Veron, liderança indígena Guarani Kaiowá, fez um apelo ontem (07), à Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, em audiência pública que discutiu os conflitos entre indígenas e proprietários de terras de Mato Grosso do Sul. Os indígenas denunciaram os constantes ataque por parte de fazendeiros, da polícia e de políticos locais. A demarcação de terras é uma das principais questões que levam ao conflito no campo.

Valdelice afirmou que as terras indígenas não são reservas criadas pelo extinto serviço de proteção ao índio o que faz com que se sintam presos a um confinamento, onde são subjulgados por latifundiários do estado. Apesar de terem sido convidados ao debate, representantes do setor produtivo e do governo do Mato Grosso do Sul não compareceram.


Karla Martins

Deixe seu Comentário

Set 2

Leia Também

Enem terá prova impressa e digital em 2020
Pressionada, prefeita mantém lojas fechadas por pelo menos mais uma semana
Demitidos fazem fila para sacar auxílio “bem vindo” na reabertura dos bancos
Cantor Mariano é diagnosticado com coronavírus
PM vai acompanhar cumprimento do toque de recolher em Corumbá
Com empresários, prefeito discute ações de prevenção ao COVID-19
Idosa morta em Dourados é a primeira vítima do coronavírus em MS
Mulher é brutalmente espancada pelo filho e irmão em Três Lagoas
Na Espanha, 849 morreram por coronavírus nas últimas 24 horas
Menina de 12 anos morre vítima de Coronavírus