Menu
Busca terça, 28 de janeiro de 2020
(67) 99820-0742
Set

Indígenas de MS vão a Brasília denunciar violência

09 outubro 2015 - 00h54

Valdelice Veron, liderança indígena Guarani Kaiowá, fez um apelo ontem (07), à Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, em audiência pública que discutiu os conflitos entre indígenas e proprietários de terras de Mato Grosso do Sul. Os indígenas denunciaram os constantes ataque por parte de fazendeiros, da polícia e de políticos locais. A demarcação de terras é uma das principais questões que levam ao conflito no campo.

Valdelice afirmou que as terras indígenas não são reservas criadas pelo extinto serviço de proteção ao índio o que faz com que se sintam presos a um confinamento, onde são subjulgados por latifundiários do estado. Apesar de terem sido convidados ao debate, representantes do setor produtivo e do governo do Mato Grosso do Sul não compareceram.


Karla Martins

Deixe seu Comentário

TECNODENTAL
Set 2

Leia Também

OMS corrige e eleva a avaliação de risco internacional do coronavírus
Áudios de operadores de torres de controle com piloto de helicóptero de Kobe Bryant são divulgados
Vizinhos desconfiam de sumiço, sentem cheiro ruim e polícia encontra homem morto
Jovem de 22 anos é estuprada após ter casa invadida na madrugada
Traficantes cultivavam 33 toneladas de maconha avaliadas em R$ 3,6 milhões
Casal de MS sai da cadeia é assassinado a tiros em Goiás
MS conquista três medalhas no 70° Intercolonial Brasileiro de Tênis de Mesa
STJ mantém prisão de empresário suspeito de planejar morte de delegado
Maioria dos ingressantes dos cursos de Economia é homem
Adolescente é estuprada e engravida de organizador de projeto municipal de dança