Menu
Busca domingo, 05 de julho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Durante Operação Ágata 11 Ministro da Defesa percorrerá as cidades de Corumbá e Ladário neste sábado

16 junho 2016 - 21h07

Os municípios de Ladário e Corumbá receberão neste sábado, 18 de junho, a visita do Ministro da Defesa, Raul Belens Jungmann Pinto, e comitiva do próprio Ministério. A proposta da vinda do ministro é conhecer os trabalhos desenvolvidos pela Operação Ágata 11, que foi deflagrada pelas Forças Armadas no último dia 13 de junho, nas regiões de fronteira do Brasil.

Na oportunidade, toda a comitiva também participará da Ação Cívico Social- AciSo, que será desenvolvida na região da Apa Baia Negra, conhecida como Codrasa, em Ladário.

Militares da Marinha e do Exército brasileiros estrão no local levando atendimentos médicos e odontológicos, por meio do Navio de Assistência Hospitalar “Tenente Maximiano”, da Marinha do Brasil, e pela embarcação “Forte Coimbra”, do Exército Brasileiro.

O Ministério da Defesa, em função da proximidade dos Jogos Olímpicos – Rio 2016 optou por realizar esta mobilização em toda a faixa de fronteira terrestre e em áreas específicas da fronteira fluvial.

A Comitiva chegará às 10h, no Aeroporto Internacional de Corumbá. Está prevista coletiva de imprensa, às 14:30h, no Cais da Base Fluvial de Ladário.

Ágata 11

Até o momento, durante a operação, nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, a cooperação entre militares (da Marinha, Exército e Força Aérea) e órgãos governamentais, resultou na apreensão de materiais, com valor aproximado em R$ 500 mil.

Toda a apreensão corresponde os pontos de bloqueio e patrulhas, sendo realizadas mais de 80 patrulhas fluviais, navais, terrestres e reconhecimentos aéreos.

Além disso, foram vistoriados 2.613 veículos leves, 870 pedestres e bicicletas, apreendidos 03 veículos. Já apreensões relacionadas a droga, nos três primeiros dias da operação, os militares conseguiram apreender 352,5 kg de maconha, 15kg de cocaína e R$ 37 mil em dinheiro.

Também foram detidos 195 peças de vestimentas, entre roupas e calçados e 02 armas. A Operação Ágata 11 não tem data para terminar.

 

Fonte: Leonardo Cabral (Colaboração) 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bebê é achado morto em quarto de hotel; pais estão detidos
Em Dourados, médicos têm salários reduzidos durante a pandemia
PF faz novas buscas na casa de jornalista bolsonarista preso em Campo Grande
Portador de Alzheimer, Luiz desapareceu na Piratininga e filho pede ajuda para encontrá-lo
Infectada pela covid, mãe morre no parto e bebê sobrevive em Dourados
PMs flagram homem carregando cabeça decepada em SP
Corpo achado no Rio Paraguai segue sem identidade nem procura de familiares
Brasil tem mais 1.290 falecimentos por causa da covid-19
Com 16 mortes em 24h, MS vai a 107 óbitos por coronavírus e 9.388 doentes
Saúde compra 20 mil exames para diagnóstico de coronavírus pelo valor de R$ 377 mil