Menu
Busca domingo, 12 de julho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Após ataque a enfermeiro, categoria reclama de falta de segurança em unidades de saúde

13 setembro 2019 - 09h45Por MidiaMax

Por nota, o Coren-MS (Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul) lamentou o atentado sofrido por um enfermeiro de 35 anos, no CAPS Aero rancho (Centro de Atendimento Psicossocial), na tarde de quarta-feira (11).

Na ocasião, o enfermeiro foi ferido com uma arma branca por um paciente com transtorno mental. De acordo com o presidente do Coren-MS, Dr. Sebastião Junior Henrique Duarte, que visitou a vítima na Santa Casa de Campo Grande, o estado de saúde do enfermeiro é estável, mas o atentado revela uma série de problemas que a categoria enfrenta.

“Somada aos baixos salários e a rotina exaustiva de serviço, muitos profissionais da enfermagem não dispõem de recursos em seus locais de trabalho que tornem o exercício da função mais seguro, tanto para o paciente, quanto para quem está prestando assistência. Tomando o caso do enfermeiro ferido como exemplo, tem-se que a presença de agentes e segurança no local poderia ter intimidado o autor do ataque”, afirmou o presidente do Coren-MS, por nota.

Duarte afirmou ainda, que o conselho possui relatórios de fiscalização de 100% das unidades de saúde vinculadas à Sesau (Secretaria Municipal de Saúde). “O problema constatado com mais frequência e registrado nos documentos é o número insuficiente de profissionais de enfermagem para atender a demanda de pacientes nas unidades.”

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sobre pandemia, Bolsonaro afirma que o pânico foi disseminado
Mulher é encontrada morta em Corumbá
Colisão frontal mata motociclista na MS-162 e motorista de carro é flagrado bêbado
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 44 milhões na terça-feira
Universidades desenvolvem apoio a diagnóstico de covid-19 com raio-x
Rapaz é baleado e foge da UPA com medo de ser preso
Discussão por terreno termina com homem ferido com tiro em MS
Ao sair de posto, carreta atropela e mata casal que seguia em moto
Caminhoneiro fica 15h refém de bandidos que fogem levando veículo em MS
Festival da Canção da UEMS 2020 é adiado e será no formato on-line