Menu
Busca sexta, 23 de outubro de 2020
(67) 99820-0742

Adolescente de 12 anos inventou estupro por medo de contar que "matou" aula

02 junho 2016 - 19h19

Adolescente de 12 anos que mentiu à família e para a polícia responderá por ato infracional. Ela afirmou que tinha sido estuprada por um desconhecido em um carro preto.

O caso aconteceu em 12 de maio deste ano em Três Lagoas (MS). A história surgiu porque a mãe da garota chegou na escola para busca-lá e não a encontrou.

Na época do suposto estupro, ela alegou à Polícia Civil que havia pego carona na saída da escola com um indivíduo em um carro preto. Durante o trajeto, o motorista teria abusado dela sexualmente.

As investigações a partir da Delegacia da Mulher apontaram que a adolescente saiu da escola com um grupo de amigos e foi para uma casa abandonada, onde ficaram por algumas horas. 

Além disso, as roupas da jovem foram verificadas e estavam limpas, sem vestígios de qualquer abuso. Inclusive, o exame de corpo de delito revelou resultado negativo para o crime.

A garota foi ouvida novamente e confessou que na verdade havia “matado” aula no dia. Como foi surpreendida pela mãe fora da escola, resolveu inventar que havia pego carona com uma pessoa desconhecida e que no caminho havia sido estuprada. Ela acompanhou um casal de amigos que iria namorar na casa abandonada.

Conforme o delegado Thiago José Passos da Silva, da Delegacia de Atendimento à Mulher de Três Lagoas, os investigadores desconfiaram da versão da adolescente porque as roupas dela estavam limpas.

“Ela afirmou que havia sido estuprada no chão de uma casa abandonada, depois de analisarmos as câmeras de segurança de casas nas proximidades, verificamos que ela entrou na tal casa, mas estava acompanhada dos amigos”, disse ao Portal Correio do Estado.

“O caso teve repercussão na cidade, pois suspeitava-se que um estuprador em um carro preto estava a solta”, acrescentou o delegado. A adolescente responderá por ato infracional similar ao crime de comunicação falsa de crime ou contravenção.

 

Via: Correio do Estado

Deixe seu Comentário

Leia Também

Contas externas têm em setembro sexto mês seguido de saldo positivo
Filhos ficam 3 dias com pais mortos em casa
Capital sem favelas, desafogar o SUS e mobilidade urbana foram temas do programa dos candidatos
Sete cadáveres são achados em contêiner vindo da Sérvia para o Paraguai
Mãe de três, diarista só quer um emprego para alimentar os filhos
Campo Grande cai para ‘bandeira laranja’ no risco da covid-19
Criador do bordão 'bigodin finin, cabelin na régua' morre afogado no RJ
'Machão' quebra móveis e espanca ex mesmo com criança no colo
Mulher termina namoro e ex ameaça expor fotos íntimas nas redes sociais
Grávida é agredida e arrastada pelos cabelos pelo marido bêbado