Menu
Busca domingo, 17 de novembro de 2019
(67) 99820-0742
Set

Prefeitura não explica sumiço de mais de 3 mil doses da vacinas contra gripe A

01 junho 2016 - 04h00

Depois de uma semana a prefeitura ainda não sabe onde foram parar 3.166 doses de vacina contra a gripe que sumiram da rede municipal de saúde. O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) não dá explicações sobre o caso. A Secretaria de Saúde do município, a Sesau, também não sabe o que aconteceu e antes de abrir sindicância, já prevista, precisa quantificar as doses já aplicadas. No Diário Oficial (Diogrande) de ontem, a Sesau designou três servidores para fazerem parte da comissão que vai investigar o sumiço. Conforme a publicação, será verificado “se houve falha por parte de servidor lotado nesta Secretaria”.

Informações obtidas pelo Correio do Estado indicam que vacinas foram desviadas por funcionários para imunizar familiares e conhecidos fora grupo de risco ou que seriam próximas ao prefeito. A Sesau e a prefeitura, no entanto, negam a suspeita de falta de fiscalização interna. O principal motivo alegado pela administração municipal é de que as vacinas enviadas ao governo do Estado pelo Ministério da Saúde teriam chegado com doses insuficientes para a imunização.

(*) A reportagem, de Bárbara Cavalcanti, está na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Deixe seu Comentário

Set 2
TECNODENTAL

Leia Também

Economia de Mato Grosso do Sul tem a 6ª maior taxa de crescimento no país
Jovem morre a caminho do hospital após colisão de motocicleta e caminhão em MS
Motociclista de 19 anos morre após bater na traseira de caminhonete em rodovia de MS
Previsão do Tempo
Domingo terá calor de 38°C em MS; último dia de festival em Corumbá será de sol
Loteria
Mega-Sena acumula e próximo prêmio vai a R$ 13,5 milhões
Credibilidade de vacinas é menor entre homens e jovens, diz pesquisa
Prêmio nacional de turismo tem finalista de Mato Grosso do Sul
Oportunidade de Emprego
Inscrição de processo seletivo da Prefeitura com 180 vagas começa amanhã
Confrontos na Bolívia deixam 23 mortos em quase um mês de protestos, diz comissão
Casal e bebê morrem em acidente entre carro e carreta na BR-267