Menu
Busca quinta, 27 de fevereiro de 2020
(67) 99820-0742
Set

Ministério antecipa campanha contra dengue; em MS já são 31,4 mil casos

11 setembro 2019 - 17h15Por Da Redação

Com 31.465 casos este ano confirmados de dengue em Mato Grosso do Sul, a campanha de combate ao Aedes aegypti foi antecipada pelo Ministério da Saúde. A ação lançada nesta quarta-feira (11) vai mobilizar secretários, prefeitos e a população para medidas de prevenção contra o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde do Estado, de janeiro até 11 de setembro, foram 26 mortes por dengue, 54.614 casos notificados e 31.465 confirmados. Os óbitos foram registrados em Campo Grande (8), Dourados (7), Três Lagoas (3), Maracaju (1), Ponta Porã (1), Corumbá (1), Costa Rica (1), Coxim (2), Amambai (1), e Miranda (1).

A doença pode ser provocada por quatro subtipos de vírus, que vão de 1 a 4. Neste ano, o sorotipo 2, associado a mais casos de dengue hemorrágica, voltou a circular no Estado. Na Capital, o vírus não atuava desde 2009.

O Ministério da Saúde atribui a alta nos casos a vários fatores, um deles ao aumento de chuvas na região Sudeste. A zika e chikungunya, também doenças transmitidas pela picada do mosquito Aedes aegypti infectado seguiram na mesma tendência. São 128 casos confirmados de zika e 38 por chikungunya.

Conforme o último boletim epidemiológico da dengue divulgada pela secretaria, dos 79 municípios do Estado, 74 registram alta incidência de dengue, os outros cinco municípios (Aquidauana, Anastácio, Inocência, Juti e Paranhos) registram média incidência da doença. O auge das notificações de dengue foi registrado em março e abril deste ano em MS. São Gabriel do Oeste lidera o ranking com maior incidência (quantidade de casos notificados por 100 mil habitantes).

Segundo dados do Ministério da Saúde, o número de casos de dengue, zika e chikungunya aumentou no Brasil. Ao todo, 650 pessoas morreram entre 30 de dezembro de 2018 e 24 de agosto de 2019. A região Sul foi a que teve o maior aumento percentual de novos casos das três doenças.

Deixe seu Comentário

Set 2
TECNODENTAL

Leia Também

Corumbá esta tomando medidas referente ao Novo Corona Vírus Natalia Leal Capille Serra 26 de fevereiro de 2020
Mulher flagra marido na cama com amante e ele acaba preso com faca
Suspeito de roubo morre durante perseguição policial na fronteira
Ministério da Saúde quer antecipar vacinação contra gripe
Na maior rodoviária de MS, confirmação de coronavírus em SP não muda volta do Carnaval
Cirurgião plástico que sumiu após festa no Damha reaparece e está bem
Bolsonaro é fortemente criticado após divulgar vídeo com chamado para manifestação
Há mais novos casos fora da China do que no país, mas não há necessidade de pânico, diz OMS
Bovespa despenca mais de 5% na reabertura dos mercados no Brasil
Governo de SP cria centro de contingência para monitorar casos suspeitos de coronavírus