Menu
Busca quarta, 30 de setembro de 2020
(67) 99820-0742

Médicos da Central de Regulação entram em greve e apenas urgência é atendida

06 junho 2016 - 23h08

Os médicos municipais que atuam na CERA (Central Estadual de Regulação) entraram de greve nesta segunda-feira (06) por tempo indeterminado. Segundo o SinmedMS (Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul), eles estão sem receber há dois meses.  

"Até o momento, nenhuma resposta foi enviada ao SinMed pela Sesau ao ofício encaminhado no dia 18/05 questionando o motivo do atraso e solicitando informações sobre a respectiva regularização do pagamento dos plantões", revelou o Diretor de Comunicação Social, Jornalismo e Marketing do SINMED/MS, Renato Figueiredo.

Segundo Sinmed/MS, a categoria mantém 30% do atendimento de urgência, conforme determinado por lei.

A paralisação foi decidida de forma unânime durante assembleia, realizada no dia 23 de maio na Central Estadual de Regulação. A categoria informou ainda que vem tentado resolver a questão junto à Prefeitura, porém até o momento não recebeu respostas sobre o atraso.

A Prefeitura informou que o pagamento será feito nos próximos dias. A falta de pagamento dos plantões de março e abril foi devido, segundo prefeitura, atraso no repasse do Governo. 

Via: Midia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ministros da Agricultura e Meio Ambiente confirmam ida ao Pantanal
IBGE: taxa de desocupação fica em 13,8% no trimestre de maio a julho
Em outubro, Saúde disponibiliza exame preventivo em horário noturno
Justiça suspende decisão do Conama que revogou resoluções ambientais
Polícia Militar de Corumbá prende homem foragido da justiça durante rondas
Ao contrário do esperado, fronteira teve apenas alguns pontos reabertos
Pai espanca filho e alega 'nervosismo' no Aero Rancho: ele deve R$ 1 mil de pensão
PF deflagra operação após bloqueio de R$ 730 milhões de facção
Idosa com Covid-19 passa mal e morre em casa no Nova Lima
Idosa é ameaçada por filho de 39 anos e recusa ajuda da polícia em Dourados