Menu
Busca sexta, 10 de julho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Médicos da Central de Regulação entram em greve e apenas urgência é atendida

06 junho 2016 - 23h08

Os médicos municipais que atuam na CERA (Central Estadual de Regulação) entraram de greve nesta segunda-feira (06) por tempo indeterminado. Segundo o SinmedMS (Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul), eles estão sem receber há dois meses.  

"Até o momento, nenhuma resposta foi enviada ao SinMed pela Sesau ao ofício encaminhado no dia 18/05 questionando o motivo do atraso e solicitando informações sobre a respectiva regularização do pagamento dos plantões", revelou o Diretor de Comunicação Social, Jornalismo e Marketing do SINMED/MS, Renato Figueiredo.

Segundo Sinmed/MS, a categoria mantém 30% do atendimento de urgência, conforme determinado por lei.

A paralisação foi decidida de forma unânime durante assembleia, realizada no dia 23 de maio na Central Estadual de Regulação. A categoria informou ainda que vem tentado resolver a questão junto à Prefeitura, porém até o momento não recebeu respostas sobre o atraso.

A Prefeitura informou que o pagamento será feito nos próximos dias. A falta de pagamento dos plantões de março e abril foi devido, segundo prefeitura, atraso no repasse do Governo. 

Via: Midia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

Com gasolina mais cara, inflação volta a subir em Campo Grande
MS passa dos 12 mil casos de coronavírus e registra 146 mortes pela doença
Avó de esposa de Bolsonaro continua internada com coronavírus
MPMS vai investigar denúncias de irregularidades em ‘curso de bombeiro mirim’ em Campo Grande
Proibida de participar de licitação, empresa ganha pregão de R$ 60 milhões com a Sefaz-MS
Presidente da Bolívia testa positivo para covid-19
Duas jovens paulistas são presas em MS com malas recheadas de maconha
OMS manda especialista para investigar origem da Covid-19 na China
Frio começa a ir embora no fim de semana em Mato Grosso do Sul
Exame particular da covid-19 pode custar entre R$ 160 e R$ 300 na Capital