Menu
Busca terça, 28 de janeiro de 2020
(67) 99820-0742
Set

Índice de infestação do Aedes é de 0,70% na cidade, aponta levantamento

14 julho 2016 - 13h30

O índice de infestação do mosquito Aedes aegypti na área urbana de Corumbá é de 0,70%, abaixo do aceitável pelo Ministério da Saúde e também pela Organização Mundial de Saúde, que é de até 1%. É o que apontou levantamento realizado pelas equipes do Centro de Controle de Vetores (CCV) da Secretaria de Saúde da Prefeitura, no período de 04 a 08 de julho.

 

Este foi o terceiro Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) realizado no ano. No primeiro, em janeiro, o índice de infestação do Aedes aegypti, mosquito que transmite a dengue, chikungunya e zika vírus, foi de 4,99%. O segundo levantamento foi em abril e a incidência atingiu 3,30% na cidade.

 

Dessa vez, o índice está abaixo do tolerável, mas três bairros estão merecendo atenção especial por parte das equipes da Secretaria de Saúde: Popular Velha, que registou incidência de 4,60%; Guató, com 2,35%, e Maria Leite, com 1,83%. Todos estão acima do tolerável e os focos foram encontrados em depósitos de armazenamento de água baixo (nível de solo), a exemplo do que ocorreu na Nova Corumbá (0,88%) e Cristo Redentor (0,69%).

 

O levantamento apontou foco também no Centro I (da Rua Antônio Maria Coelho à Edu Rocha), 0,44%. Na região, as larvas foram localizadas em depósitos fixos (calha, laje, etc).

 

Nesse terceiro LIRAa do ano não foram encontrados focos nos bairros Previsul, Popular Nova, Centro América, Aeroporto, Jardim dos Estados, Universitário, Arthur Marinho, Cervejaria, Dom Bosco, Generoso, Beira Rio, Industrial, Nossa Senhora de Fátima, Guarani e Centro II (da Antônio Maria Coelho até a Albuquerque).

 

Fonte: PMC

Deixe seu Comentário

Set 2
TECNODENTAL

Leia Também

OMS corrige e eleva a avaliação de risco internacional do coronavírus
Áudios de operadores de torres de controle com piloto de helicóptero de Kobe Bryant são divulgados
Vizinhos desconfiam de sumiço, sentem cheiro ruim e polícia encontra homem morto
Jovem de 22 anos é estuprada após ter casa invadida na madrugada
Traficantes cultivavam 33 toneladas de maconha avaliadas em R$ 3,6 milhões
Casal de MS sai da cadeia é assassinado a tiros em Goiás
MS conquista três medalhas no 70° Intercolonial Brasileiro de Tênis de Mesa
STJ mantém prisão de empresário suspeito de planejar morte de delegado
Maioria dos ingressantes dos cursos de Economia é homem
Adolescente é estuprada e engravida de organizador de projeto municipal de dança