Menu
Busca terça, 01 de dezembro de 2020
(67) 99820-0742

Doença da urina preta na Bahia: o que sabemos até agora

12 janeiro 2017 - 13h06

Uma doença misteriosa chegou à Bahia. Pacientes aparecem na Região Metropolitana de Salvador com dores fortes e com a urina de uma cor diferente. Os médicos não sabem dizer se o que causou as dores foi um vírus, uma bactéria ou uma intoxicação. No meio de tantas dúvidas, o G1 juntou o que já sabemos sobre a nova doença que atingiu o estado nordestino.

Quais são os sintomas da doença?

Nos boletins divulgados, a doença é tratada como "mialgia [dor] aguda a esclarecer". Os principais sintomas são dor muscular extrema, insuficiência renal e urina da cor preta. De acordo com o infectologista Antônio Bandeira, que acompanhou alguns dos casos em Salvador, é como se o indivíduo "tivesse feito uma maratona em poucos segundos".

"É uma lesão muscular aguda, então a quantidade de mioglobina que está dentro do músculo acaba saindo e vai para a urina. Ela acaba dando essa cor de Coca-Cola. Esse pigmento também tem uma ação nefrotóxica (tóxica para os rins)", explicou.

Quantas pessoas foram afetadas?

Até agora, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde da Bahia, foram 52 casos da doença. O governo confirmou duas mortes. Um homem que apresentava os sintomas faleceu no dia 31 de dezembro, no município de Vera Cruz. A vítima, no entanto, tinha outros problemas de saúde, como hipertensão, além de idade avançada.

Nesta quarta-feira (11), a segunda morte foi confirmada. O óbito ocorreu no sábado (7), em Salvador. Não foram divulgados os detalhes sobre o paciente.

Qual a região dos casos registrados?

Todos os casos foram registrados na região metropolitana de Salvador. Além da morte em Vera Cruz, outro caso foi notificado em Lauro de Freitas, e 50 ocorreram na capital baiana. Os registros foram contabilizados de 14 de dezembro a 5 de janeiro deste ano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

R$ 4,79: MS tem gasolina mais cara do Brasil, segundo levantamento
Mãe abandona crianças de 2 e 6 anos sozinhas para usar drogas no Vida Nova
Mãe tirou foto da filha momentos antes de ela morrer eletrocutada por decoração
Idosa é morta a facadas e tem casa queimada; principal suspeito é marido, que está internado
Funcionários de terceirizada da Energisa entram em greve por tempo indeterminado
Pedreiro e adolescentes mataram vizinho no Nova Lima em briga por registro de água
Agepan inicia mais uma campanha de fiscalização da geração de energia elétrica
Farmacêutica dos EUA vai solicitar uso emergencial de vacina contra Covid-19 no país e na Europa
Três acertam seis dezenas e levam R$ 33 mil em sorteio da Nota MS Premiada
Bio-Manguinhos fornece novo remédio para doenças reumatológicas ao SUS