Menu
Busca sexta, 10 de julho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Após cinco dias internados, adolescente de 12 anos morre com vírus da Influenza B

28 junho 2016 - 14h53

Corumbá registrou a primeira morte por influenza B. De acordo com as informações repassadas ao Corumbá Agora, o caso teria ocorrido em um adolescente de 12 anos, que estava internado na Santa Casa e veio a óbito no último domingo, 26 de junho.

O caso teria sido registrado como pneumonia bacteriana, porém, exames laboratoriais confirmaram a morte por Influenza B. O jovem foi levado pelos pais ao pronto Socorro da cidade, no dia 20, onde apresentava vômitos e muita dor no tórax, mas após atendimento foi liberado.

Não apresentando melhoras, os responsáveis resolveram retornar no dia seguinte, terça-feira (21), quando ele acabou sendo internado as pressas no Centro de Terapia Intensiva- CTI, desta unidade de saúde.

Porém, após cinco dias internados, o adolescente não apresentou melhoras em seu quadro clínico e veio a óbito no do domingo (26).  

Procedimentos

Em entrevista ao Corumbá Agora, o coordenador do pronto-socorro e da Unidade de Pronto Atendimento- UPA  Emerson Ferreira Moreira, informou que novas medidas deverão ser tomadas para dar prosseguimento a prevenção contra a doença.

“Iremos realizar uma nova capacitação com os profissionais da área da saúde colocando propostas para que haja a prevenção contra a doença, que geralmente atinge crianças nessa faixa etária. Na verdade ao ser diagnosticado com gripe, o paciente tem que imediatamente procurar a unidade de atendimento mais próxima, pois a doença vem sofrendo mudanças em seu comportamento, como foi o caso do jovem que veio a óbito, já que depois de detectado com a Influenza, a pneumonia que surgiu em decorrência da mesma também contribui para o agravamento do caso. Por isso a prevenção ainda é o melhor a se fazer”, falou Emerson.   

O vírus

Até o momento este é o primeiro caso da doença. Mas em relação a Influenza A, o município já registrou 60 notificações da doença, incluindo nove casos confirmados de H1N1, sendo duas mortes.

Haemophilus influenzae tipo b (Hib) como também é conhecida a doença da Influenza B, é uma bactéria que atinge principalmente crianças até cinco anos, causando infecções que começam geralmente no nariz e na garganta, mas podem se espalhar para outras partes do corpo, incluindo pele, ouvidos, pulmões, articulações, membranas que revestem o coração, medula espinhal e cérebro.

Essa bactéria pode causar diferentes doenças infecciosas com complicações graves, como pneumonia, inflamação na epiglote, dor de ouvido, infecção generalizada na corrente sanguínea, inflamação do pericárdio, inflamação das articulações e sinusite.

Uma das piores doenças causadas pela bactéria Haemophilus influenzae tipo b é a meningite, que geralmente tem um início súbito com febre, dor de cabeça intensa, náuseas, vômitos e rigidez de nuca. Sequelas graves ocorrem de 3% a 5% dos sobreviventes de meningite por Hib como déficit auditivo grave e lesões cerebrais permanentes.

vacinação é a única forma de se prevenir contra a doença e sua eficácia é de 95% a 100% após a aplicação do esquema completo de imunização. 

 

Fonte: Leonardo Cabral ( colaboração) 

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Com gasolina mais cara, inflação volta a subir em Campo Grande
MS passa dos 12 mil casos de coronavírus e registra 146 mortes pela doença
Avó de esposa de Bolsonaro continua internada com coronavírus
MPMS vai investigar denúncias de irregularidades em ‘curso de bombeiro mirim’ em Campo Grande
Proibida de participar de licitação, empresa ganha pregão de R$ 60 milhões com a Sefaz-MS
Presidente da Bolívia testa positivo para covid-19
Duas jovens paulistas são presas em MS com malas recheadas de maconha
OMS manda especialista para investigar origem da Covid-19 na China
Frio começa a ir embora no fim de semana em Mato Grosso do Sul
Exame particular da covid-19 pode custar entre R$ 160 e R$ 300 na Capital