Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020
(67) 99820-0742

Vereador cobra documentos da Agepan sobre o caso da Andorinha

19 abril 2017 - 12h58Por Fonte:Assessoria de Comunicação da Câmara

Aprovada na sessão ordinária da segunda-feira, 17 de abril, à noite, requerimento do vereador e presidente da Câmara de Corumbá, Evander Vendramini (PP), em que cobra da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan), cópias de documentos em relação ao caso do monopólio da Andorinha.

A solicitação foi direcionada ao diretor-presidente da Agepan, Youssif Domingos, com quem Evander se reuniu no dia 07 de abril, em Campo Grande, e que contou com as presenças dos vereadores Ubiratan Canhete de Campos Filho (PSDB) e Chicão Vianna (Solidariedade).

Estão sendo solicitadas envio de cópias do contrato original da Concessão de Transporte de Passageiros Corumbá-Campo Grande e Campo Grande-Corumbá, bem como todas as autorizações e/ou aditivos contidos no contrato da Andorinha.

Evander lembra que na reunião, os vereadores cobraram uma solução para o problema do transporte intermunicipal e interestadual de passageiros. Como se sabe, a Andorinha é a única empresa que faz a linha Corumbá-Campo Grande-Corumbá, com passagens caras e prestando um serviço que deixa a desejar.

O presidente do Poder Legislativo corumbaense informou que o contrato de concessão da Andorinha encerrou-se já há anos e que, desde então, vem realizando o serviço mediante autorização concedida pelo Governo do Estado.

Ontem, Evander reafirmou que a Câmara vai continuar cobrado a realização de uma nova licitação para que duas ou até três empresas tenham o direito de atuar o transporte intermunicipal e interestadual de passageiros.

“Precisamos por um ponto final neste monopólio da Andorinha que, além de não estar prestando um bom serviço, como deveria, cobra uma passagem caríssima, bem acima do que se paga por uma viagem no trecho de Campo Grande-Cuiabá e de Puerto Quijarro a Santa Cruz”, citou Evander.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Libertadores: Líder do Grupo G, Santos enfrenta o Delfín no Equador
Justiça autoriza retorno das aulas no Colégio Militar do Rio
Projeção de crescimento do crédito em 2020 sobe para 11,5%
Araújo diz que declarações de Pompeo foram alvo de má tradução
Salles inspeciona áreas em Mato Grosso atingidas pelo fogo
Operação Covid-19 mobilizou quase 30 mil militares em seis meses
MP e Volkswagen firmam acordo para reparar violações no regime militar
CIEE lança programa para capacitar estudantes do ensino médio
Senador conquista R$ 38 milhões da União para MS
Áreas de biomas brasileiros caíram 8,34% entre 2000 e 2018