Menu
Busca domingo, 20 de setembro de 2020
(67) 99820-0742

Mensagens eletrônicas lideram “inferno astral” de eleitores

12 setembro 2016 - 19h58

Sistema de denúncias, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MS), revela que o envio de mensagens eletrônicas e telemarketing tem tirado a paz de eleitores em Mato Grosso do Sul. Tal ocorrência representa 28,8% do total de infrações durante o período de campanha.

Mensagens enviadas por candidato, partido ou coligação são permitidos, desde que possibilitem ao eleitor se descadastrar. O nome, nesse caso, deve ser retirado em 48 horas. Depois disso, pode haver multa de R$ 100 ao responsável por seu envio, sendo o valor encaminhado a quem foi importunado.

Desde o início da campanha, em agosto, foram registradas 388 denúncias. Ao menos 112 dizem respeito ao envio de mensagens eletrônicas e uso de telemarketing, sendo o último proibido em qualquer horário do dia.

Na sequência, são listadas irregularidades quanto a propaganda em bens de uso comum (60), compra de votos (43) e reuniões políticas (28). Os dados são atualizados diariamente.

DENÚNCIA

O eleitor pode registrar denúncias durante a campanha eleitoral pela internet e aplicativo para celular (Android/iOS). Ambos os mecanismos são interligados com a Justiça Eleitoral, porém o segundo possibilita envio de foto para que conste como evidência da irregularidade.

 

Fonte: Correio do Estado 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mulher de 52 anos é autuada após colocar fogo em lixo de terreno
Hamilton Mourão rebate críticas às queimadas
Vice-presidente do Flamengo defende volta da torcida aos estádios
Em diligência no Pantanal, senadores dizem que cenário é devastador
Xuxa avisa que vai deixar a Record no fim do ano: 'infelizmente'
Motorista da Uber furta calça jeans, confessa crime
Brasil tem 739 mortes pela covid-19 em 24 horas, diz Ministério da Saúde
Chuva não chega em Corumbá, mas na Bolívia tem até temporal e nevasca
Prefeito em MS ameaça dar tiro em bolsonaristas
Governo brasileiro confirma intenção de aderir à Covax