Menu
Busca sexta, 10 de julho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Inquérito de Delcídio do Amaral é encaminhado ao juiz Sérgio Moro

01 julho 2016 - 17h54

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, encaminhou, nesta quinta-feira (30), os autos de um inquérito contra o ex-senador Delcídio do Amaral (sem partido- MS) ao juiz federal Sérgio Moro. Nesse processo, Delcídio é investigado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro pela compra pela Petrobras da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, em 2006.

Teori, que é o relator da operação Lava Jato no STF, também retirou o sigilo e afastou a tramitação oculta dos autos (Inq 4173). Por enquanto, as peças ainda estão em sigilo. O pedido foi feito pelo Ministério Público, que argumentou que após de cassado o mandato Delcídio não teria mais foro privilegiado no STF.

Teori entendeu que estaria justificado o requerimento da remessa ao juízo de primeira instância. O Senado aprovou a cassação do mandato de Delcídio do Amaral no dia 10 de maio.

Segundo o ministro,  a compra de refinaria guarda pertinência com inquéritos e ações penais relacionados a supostos crimes envolvendo a Petrobras, em curso perante a 13ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Curitiba, o que justificaria a remessa dos autos a esse juízo. Segundo a jurisprudência do STF, ações penais podem ser remetidas à primeira instância quando o detentor da prerrogativa de foro perde o mandato ou deixa de exercer a função durante o trâmite do processo.

O caso tem como base a delação premiada de Fernando Antônio Falcão Soares que menciona o repasse de propina a Delcídio do Amaral com base em contrato de aquisição da Refinaria de Pasadena.

 

Fonte: Correio do Estado 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS passa dos 12 mil casos de coronavírus e registra 146 mortes pela doença
Avó de esposa de Bolsonaro continua internada com coronavírus
MPMS vai investigar denúncias de irregularidades em ‘curso de bombeiro mirim’ em Campo Grande
Proibida de participar de licitação, empresa ganha pregão de R$ 60 milhões com a Sefaz-MS
Presidente da Bolívia testa positivo para covid-19
Duas jovens paulistas são presas em MS com malas recheadas de maconha
OMS manda especialista para investigar origem da Covid-19 na China
Frio começa a ir embora no fim de semana em Mato Grosso do Sul
Exame particular da covid-19 pode custar entre R$ 160 e R$ 300 na Capital
Seleção oferece vaga para assistente social com salário de R$ 3,1 mil em MS