Menu
Busca segunda, 30 de novembro de 2020
(67) 99820-0742

Governo Temer é reprovado por 39% dos brasileiros; 14% aprovam

04 outubro 2016 - 16h34

O governo de presidente Michel Temer foi avaliado como ruim ou péssimo por 39% dos brasileiros entrevistados na pesquisa CNI/Ibope, em setembro. O percentual de pessoas que consideram o governo de Michel Temer regular é de 34% e os que avaliaram como ótimo ou bom somam 14%. Outros 12% não sabem ou não responderam. O levantamento foi divulgado hoje (3) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

A última pesquisa CNI/Ibope, realizada em junho, avaliou o governo ainda interino de Temer após pouco mais de um mês de gestão. O governo interino foi considerado ruim ou péssimo por 39% da população, ótimo ou bom por 13% e regular por 36%. Entre os que não sabem ou não responderam o percentual foi de 13%.

Entre os entrevistados, 28% aprovam a maneira do presidente Temer governar e 55% desaprovam. Na pesquisa anterior esses percentuais foram de 31% e 53%, respectivamente. Em relação à confiança, 26% confiam no presidente Temer e 68% não confiam. Na pesquisa anterior, 27% declararam confiar no presidente Temer e 66% não.

Na última pesquisa CNI/Ibope que avaliou o governo da então presidenta Dilma Rousseff, em março deste ano, 69% dos entrevistados consideraram o governo da petista ruim ou péssimo.

A pesquisa foi feita entre os dias 20 e 25 de setembro com 2.002 pessoas em 143 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Perspectivas

Ao responder sobre as perspectivas em relação ao restante do governo do presidente Michel Temer, 38% consideram que será ruim ou péssimo, 30% que será regular e 24% acreditam que será ótimo ou bom. Outros 8% não sabem ou não responderam.

Essas avaliações tiveram pouca variação quando comparadas com a pesquisa anterior, quando Temer ainda era presidente interino. Em junho, 35% dos entrevistados declararam acreditar que o restante do governo será ruim ou péssimo, 32% que será regular e os mesmos 24% disseram acreditar que será ótimo ou bom. Na ocasião, o percentual dos que não sabem ou não responderam foi de 9%.

A pesquisa ainda pediu aos entrevistados que comparassem as gestões de Temer e Dilma na presidência. Os dados apontam que 24% dos entrevistados consideram o governo do peemedebista melhor, 38% avaliam ser igual e 31%, pior. O percentual dos que não sabem ou não responderam soma 7%.

A pesquisa CNI/Ibope mediu e percepção que os entrevistados têm sobre o noticiário relacionado ao governo. Para 43% as notícias recentes são mais desfavoráveis ao governo, frente a 18% que acha serem mais favoráveis. Quando chamado a citar alguma notícia sobre medida anunciada ou em discussão pelo governo, o tema mais lembrado foi a reforma da previdência.

 

Fonte: Agência Brasil 

Deixe seu Comentário

Leia Também

R$ 4,79: MS tem gasolina mais cara do Brasil, segundo levantamento
Mãe abandona crianças de 2 e 6 anos sozinhas para usar drogas no Vida Nova
Mãe tirou foto da filha momentos antes de ela morrer eletrocutada por decoração
Idosa é morta a facadas e tem casa queimada; principal suspeito é marido, que está internado
Funcionários de terceirizada da Energisa entram em greve por tempo indeterminado
Pedreiro e adolescentes mataram vizinho no Nova Lima em briga por registro de água
Agepan inicia mais uma campanha de fiscalização da geração de energia elétrica
Farmacêutica dos EUA vai solicitar uso emergencial de vacina contra Covid-19 no país e na Europa
Três acertam seis dezenas e levam R$ 33 mil em sorteio da Nota MS Premiada
Bio-Manguinhos fornece novo remédio para doenças reumatológicas ao SUS