Menu
Busca segunda, 30 de novembro de 2020
(67) 99820-0742

Corumbá e Ladário iniciam discussão sobre cedências de servidores

09 janeiro 2017 - 18h35

O prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha de Oliveira, recebeu o colega de Ladário, Carlos Anibal Ruso, na manhã desta segunda-feira, 9 de janeiro, para uma visita de cortesia e para o início da discussão da continuidade, ampliação ou elaboração de novas parcerias entre os dois municípios pantaneiros. O primeiro assunto discutido, por ocasião da reestruturação dos governos municipais, foi o convênio de cooperação mútua para cedência de servidores públicos entre os dois executivos.

Assinado durante as gestões anteriores, o convênio que existia entre as prefeituras nesse sentido expirou e, dessa forma, um novo convênio deverá ser assinado entre os dois líderes dos executivos municipais nos próximos dias. Esse tipo de cooperação prevê o intercâmbio de informações e cedência de pessoal para o desenvolvimento de ações e esforços conjuntos, visando atender ao interesse das duas cidades e permitir a prestação de serviços públicos de qualidade.

Para Ruiter, o tema é prioritário porque, devido à reestruturação administrativa em curso para adequar a gestão à atual realidade econômica do país, o Executivo municipal será conduzido com uma máquina pública mais leve, ágil e focada no atendimento direto ao cidadão. Para isso, várias iniciativas vêm sendo tomadas, como a redução do número de secretarias municipais, fundações e autarquias, exoneração de servidores comissionados e reapresentação de servidores cedidos aos seus órgãos ou entidades de lotação.

Além de atender à legislação vigente sobre a cooperação entre órgãos públicos quanto à cessão de pessoal, o novo convênio discutido nesta segunda-feira permitirá que ambos os municípios cedam e recebam servidores com o devido encontro de contas e, portanto, sem ônus adicional para nenhuma das partes. Ruiter lembrou ainda que o mesmo está sendo feito entre Corumbá e o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, cujo convênio já foi assinado por ele e deverá ser assinado em breve pelo governador Reinaldo Azambuja.

(fonte: ACPMC)

Deixe seu Comentário

Leia Também

R$ 4,79: MS tem gasolina mais cara do Brasil, segundo levantamento
Mãe abandona crianças de 2 e 6 anos sozinhas para usar drogas no Vida Nova
Mãe tirou foto da filha momentos antes de ela morrer eletrocutada por decoração
Idosa é morta a facadas e tem casa queimada; principal suspeito é marido, que está internado
Funcionários de terceirizada da Energisa entram em greve por tempo indeterminado
Pedreiro e adolescentes mataram vizinho no Nova Lima em briga por registro de água
Agepan inicia mais uma campanha de fiscalização da geração de energia elétrica
Farmacêutica dos EUA vai solicitar uso emergencial de vacina contra Covid-19 no país e na Europa
Três acertam seis dezenas e levam R$ 33 mil em sorteio da Nota MS Premiada
Bio-Manguinhos fornece novo remédio para doenças reumatológicas ao SUS