Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020
(67) 99820-0742

PMA autua dono de pesqueiro em R$ 5 mil por desmatamento de mata ciliar na foz de córrego afluente do Miranda

15 fevereiro 2017 - 11h37

Policiais Militares Ambientais do Grupamento do Distrito de Águas do Miranda, município de Bonito, realizavam fiscalização ambiental em ranchos pesqueiros do distrito nesta segunda-feira (13) à tarde, e em uma propriedade constataram a supressão vegetal em matas ciliares de um córrego afluente do Rio Miranda (Área de Preservação Permanente – APP).

O proprietário do rancho (81), residente no local, alegou não possuir autorização ambiental do órgão competente para supressão vegetal. Ele foi autuado administrativamente e multado em R$ 5.000,00. A PMA interditou as atividades e o autuado também responderá por crime ambiental e, se condenado, poderá pegar pena de detenção, de um a três anos de detenção.

O Infrator foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental Estadual um plano de recuperação da área degradada (PRADE), com prazo de 30 dias.

(ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fogo se alastra em reserva no Pantanal, moradora corre e consegue salvar galinhas
Desértico: Com onda de calor histórica, cidades registram umidade abaixo de 10% em MS
Filha de oito anos viu pai agredir e jogar a mãe em poço
Corpo de homem desaparecido é encontrado em estado de decomposição
Cruel: homem espanca esposa grávida até provocar aborto
Jovem cai de moto, é atropelado por ônibus e morre
Transexual é encontrada morta no São Conrado
PF prende suspeito de desvio de verba da saúde em condomínio de luxo de Três Lagoas
Contas públicas podem ter déficit de R$ 871 bilhões este ano
Cão fica preso em buraco e é resgatado pelos bombeiros em Corumbá