Menu
Busca quinta, 12 de dezembro de 2019
(67) 99820-0742
Set

'Mãe, não chora não, mãe', disse menina de 5 anos após ser baleada

13 novembro 2019 - 17h15Por G1

Ketellen Umbelino de Oliveira Gomes, a menina de 5 anos morta por bala perdida em Realengo, Zona Oeste do Rio, nesta terça-feira (12), chegou a confortar a mãe na hora do disparo.

 

"Mesmo caída no chão, ela dizia: ''Mãe, não chora não, mãe'", lembrou a tia-avó Daise da Costa.

 

Ketellen estava indo para a escola com a mãe, de bicicleta, quando três homens armados e encapuzados saíram de um carro, atirando, na Praça da Cohab.

O alvo dos atiradores era Davi Gabriel Martins do Nascimento, de 17 anos -- que também morreu. A Delegacia de Homicídios da Capital investiga a hipótese de milicianos terem tentado atingir Davi, acertando Ketellen.

“A Jessica [mãe] ficou desesperada quando viu a menina caída no chão com a perna ensaguentada", contou Daise.

A mãe de Ketellen não se feriu e levou a filha para a UPA do Jardim Novo, em Realengo. No fim da tarde, ela foi transferida para o Hospital Municipal Albert Schweitzer, onde foi operada.

Depois da cirurgia, o quadro se agravou, e a menina morreu no fim da noite.

"Os vizinhos ajudaram a socorrer, mas ela perdeu muito sangue”, emendou a tia-avó, que é copeira e estava no trabalho quando soube do ocorrido na Cohab.

Execução

 

Pai de Ketellen, o pintor Augusto de Oliveira Gomes afirmou que um dos atiradores fez um sinal quando viu que a garota tinha sido atingida.

“A sensação que a gente tem é de pegar o maluco que fez isso e fazer pagar da mesma forma. Minha filha tinha só 5 anos", lamentou Augusto.

 

Witzel lamenta morte

 

O governador do Rio, Wilson Witzel, postou um tweet nesta quarta lamentando a morte de Ketellen. "Lamento a morte da menina Ketellen, em Realengo, vítima de tiroteio entre bandidos. Determinei à Polícia Civil a apuração rigorosa desse crime e dos outros que atingiram seis crianças neste ano", escreveu o governador.

 
Augusto de Oliveira Gomes, pai de Ketellen, foi ao IML reconhecer o corpo da filha  — Foto: Alba Valéria Mendonça / G1Augusto de Oliveira Gomes, pai de Ketellen, foi ao IML reconhecer o corpo da filha  — Foto: Alba Valéria Mendonça / G1

Augusto de Oliveira Gomes, pai de Ketellen, foi ao IML reconhecer o corpo da filha — Foto: Alba Valéria Mendonça / G1

 
Mapa mostra onde Ketellen foi atingida — Foto: Infografia: Eduardo Pierre/G1Mapa mostra onde Ketellen foi atingida — Foto: Infografia: Eduardo Pierre/G1

Mapa mostra onde Ketellen foi atingida — Foto: Infografia: Eduardo Pierre/G1

 

Deixe seu Comentário

TECNODENTAL
Set 2

Leia Também

Pai dá carro para filho de 15 anos ir ao mercado e acaba preso
Auxiliar de cozinha pede ajuda para encontrar filha desaparecida há dois dias no Noroeste
Procon faz ‘batida’ para garantir passagens de ônibus de graça para idosos
Escorpiões invadem casas e Sesau registra mais de 4 casos por dia
Planalto: Bolsonaro retirou lesões causadas por exposição ao sol
Bolsonaro amplia saque do FGTS para R$ 998 e quem já tirou R$ 500 pode receber a diferença
Mergulhada em crise, prefeita quer aumentar em 55,27% o próprio salário
Caminhada na área central encerra ações da semana da primeira infância em Corumbá
Ciranda da morte na fronteira tem alta de 85% em 2019 e crimes entrelaçados
Homem que atacou criança na rua foi interditado judicialmente há 7 anos