Menu
Busca domingo, 12 de julho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Incêndio destrói mercado em Ladário e Polícia Civil trabalha no caso para apontar as causas do incidente

13 julho 2016 - 15h16

 Um incêndio de grande proporção, acabou destruindo um estabelecimento comercial em Ladário, localizado na rua Riachuelo, próximo aos prédios da Marinha do Brasil. De acordo com informações, as chamas tiveram início por volta das 22 horas, quando moradores que vivem ao redor do supermercado perceberam o fogo e de imediato, acionaram o Terceiro Grupamento do Corpo de Bombeiros de Corumbá.

O servidor público Rodrigo Antelo, informou ao Corumbá Agora, que no momento das chamas, estava passando pelo local, quando observou fumaça saindo de dentro do supermercado.

“Nós estávamos passando pela frente, quando observei fumaça e fogo. Rápido comecei a ligar para o Corpo de Bombeiros, mas alguns moradores que também já estavam no local, acabaram ligando também. Não demorou nem cinco minutos, para eles chegarem, e começarem a trabalhar no combate ao incêndio. O que escutávamos era muito barulho que saia de dentro do estabelecimento, até mesmo explosão se ouvia”, contou Rodrigo.

Já os militares do Corpo de Bombeiros, ao chegarem no local, verificaram que as chamas já haviam tomado todo comércio, que por comercializar diversos tipos de produtos, possuía uma quantidade grande de material combustível, o que facilitou a propagação das chamas.

Para combater o incêndio, ao todo foram utilizados cinco viaturas do Corpo de Bombeiros, sendo uma unidade de resgate, um auto salvamento, um auto bomba rápido, dois auto bombas rápido e dois bomba tanque.

Além disso, a Marinha do Brasil, ao saber das proporções do incêndio, acabou enviando um caminhão tanque, juntamente com militares da instituição, que acabaram ajudando no combate às chamas. 21 militares estiveram envolvidos no ocorrido, onde 30 mil litros de água foram utilizados para combater o fogo, que foi controlado por volta das 03h15, desta quarta-feira (13).  

Polícia Civil

Ao Corumbá Agora, o delegado da Polícia Civil de Ladário, Fernando Araújo da Cruz Júnior, informou que a Polícia Civil, já está trabalhando no caso para descobrir as causas do incêndio, porém, o prédio oferece perigo em sua estrutura, por se tratar de um incidente de grande proporção.

“A nossa equipe já está trabalhando no caso, mas para dar corretamente o parecer, estamos aguardando o laudo, que tem prazo de no máximo 10 dias para sair. Mesmo assim, devido a gravidade do caso, poderá demorar”, informou o delegado.

Já a defesa Civil da cidade, disse também que a equipe está avaliando a estrutura do local.

 

Por: Corumbá Agora 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Criança atropelada na MS-276 está internada em estado gravíssimo
Morador de Rio Brilhante morre de covid-19 aos 55 anos
Capotamento de Hilux destruiu raio-x que seguia para a UPA Universitário
Brasil chega aos 70 mil mortos pela covid-19
Em 14 dias, ocupação das UTIs de Campo Grande quase dobrou e chega a 75%
Ex-secretário de Saúde do Rio estava com R$ 6 milhões em espécie
Justiça rejeita pedido de interferência na Prefeitura de Dourados sobre falta de leitos
Polícia fiscaliza 12 toneladas de pescado em Campo Grande e encontra irregularidade
Com gasolina mais cara, inflação volta a subir em Campo Grande
MS passa dos 12 mil casos de coronavírus e registra 146 mortes pela doença