Menu
Busca sábado, 22 de fevereiro de 2020
(67) 99820-0742
Set

Casal que vendia armas online vai doar 10 câmeras à PF para escapar de ação

11 setembro 2019 - 10h45Por Da Redação

Casal identificado apenas como V. S. C. e G. G. A. terá que doar dez webcams à Polícia Federal para escapar de ação penal por contrabando, em razão da venda ilegal de armas falsas na internet. O acordo de não persecução criminal foi homologado pelo juiz Sócrates Leão Vieira, da 3ª Vara Federal de Campo Grande. 

Conforme denúncia do Ministério Público Federal, os réus usavam site de vendas na internet pelo qual comercializaram mais de 1.500 simulacros de arma de fogo, somente nos últimos cinco meses. Flagrados três vezes por auditores da Receita Federal, durante fiscalização em agência dos Correios, tornaram-se réus em 23 de maio de 2019.

Eles deverão comprar as webcams em lojas nacionais reconhecidas, e entregar no prazo máximo de 30 dias após a ciência da homologação judicial do acordo. As câmeras serão doadas à Polícia Federal para suas atividades de fiscalização.

 As outras condições do acordo são: não cometer novas infrações penais pelo prazo de dois anos, ou do mesmo delito (reincidência específica) pelo prazo de três anos, comunicar o Ministério Público de eventual mudança de endereço, número de telefone ou e-mail, no prazo de três anos, comprovar o cumprimento das condições, mediante envio de nota fiscal e recibo de entrega na entidade para os e-mails dos servidores do MPF.

Deixe seu Comentário

Set 2
TECNODENTAL

Leia Também

Homem é preso suspeito de estuprar dois adolescentes em chácara
Senadora de Mato Grosso do Sul tem número de celular hackeado
Ladrão é preso por moradores após roubar celular de mulher
Aos 15 anos, nadador de MS embarca para Lima em busca de medalhas
Grupo na Base Aérea de Anápolis pode sair da quarentena antes do prazo previsto, diz Ministério da Saúde
Ceará tem 51 assassinatos em 48 horas de motim da Polícia Militar
Prefeitura entrega uniformes e solidifica ciclo de investimentos na Saúde, Cultura e Educação
Vila Mamona faz reedição de samba e relembra sua 1ª vitória
Denunciado por crime de ódio é citado após MPMS dizer que ele ‘fugiu’ por meses
Secretaria de Saúde faz no dia 27 audiência pública para apresentar relatórios do 3° quadrimestre