Menu
Busca terça, 17 de setembro de 2019
(67) 99820-0742
Set

A 'serviço do crime organizado', helicóptero pousa em fazenda de MS para pegar bandido e droga, diz polícia

13 setembro 2019 - 09h05Por G1/MS

Um helicóptero fez um pouso de forma irregular em Ribas do Rio Pardo, na região leste do estado, nessa quarta-feira (11). As investigações apontam que o piloto e demais envolvidos estariam "a serviço do crime organizado" e buscam identificar onde estaria o carregamento da droga e qual seria o destino.

"Os envolvidos estão custodiados na delegacia e estamos investigando outros crimes. O grupo provavelmente tem ligação com o crime organizado e fez esse pouso para pegar um terceiro envolvido. A perícia está sendo feita, também estamos contando com o apoio da Deco [Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado]", afirmou o delegado Bruno Santacatharina, responsável pelas investigações.

De acordo com o boletim de ocorrência, a polícia foi acionada quando testemunhas constataram o pouso. O piloto, de 42 anos, foi levado para a delegacia e, em um primeiro momento, alegou que tinha parado ali ao perceber a falta de combustível. No entanto, após um período, ele confessou que não tinha plano de voo para pousar naquele município e, muito menos, em uma propriedade privada.

A polícia não encontrou drogas, porém, apontou que o próximo passo da ação criminosa era buscar a carga ilícita. Os envolvidos devem responder por associação criminosa, entregar-se na prática da aviação, acrobacia ou a voos baixos fora do zona em que a lei permite e atentado contra a segurança do transporte aéreo.

 

Deixe seu Comentário

Set 2
TECNODENTAL

Leia Também

Bolsonaro tem alta e deixa hospital em São Paulo
WWF-Brasil lança concurso de fotografia para destacar as belezas naturais do Pantanal e da bacia do Alto Paraguai
Violência por dizer “não” ao ex-namorado fez Ana largar tudo e sair pelo mundo
Dica da semana: "O Homem que Viu o Infinito"
MS registrou 2.070 focos de calor em setembro, segundo dados do Inpe
Em 12 horas, queimadas destruíram 200 hectares em Bodoquena
Sem poder doar medula para Calebe, mãe quer alguém compatível para livrar seu filho da leucemia
Mato Grosso do Sul é o segundo no País com mais abates de bovinos
Homem leva mordida de cão, exige desculpas do vizinho e denuncia crime em MS: 'Coloca vinagre que é bom'
Marido quer que mulher aborte bebê só porque é uma menina