Menu
Busca terça, 17 de setembro de 2019
(67) 99820-0742
Set
Refúgio Ecológico Caiman

Chamas se alastram por vegetação em destino “queridinho” dos famosos em MS

11 setembro 2019 - 08h30Por Campo Grande News

Referência do turismo rural no Estado e destino “queridinho” de famosos o Refúgio Ecológico Caiman, distante 31 quilômetros de Miranda é mais uma região atingida por incêndios de grandes proporções, nesta terça-feira (10) em Mato Grosso do Sul

As chamas rapidamente se alastram pela vegetação, agravadas pelo tempo seco e os fortes ventos da região pantaneira. Conforme apurado pela reportagem o refúgio possui brigada própria de incêndio, que no decorrer do dia atua no combate as chamas. 

O grupamento de bombeiros mais próximo da fazenda fica em Aquidauana, contudo, os militares ainda não puderam se deslocar para a região, pois também estão empenhados e outros dois incêndios de grandes proporções, na BR-262 e na região urbana de Aquidauana.

Amanhã (10), militares de Campo Grande irão sobrevoar a região em um avião do governo estadual, para avaliar os estragos causados pelo incêndio. Caso ainda seja necessário, mais militares do interior e da Capital serão destinados ao local.

O refúgio – Em uma área de 53 mil hectares, a propriedade alia ecoturismo e pesquisas relacionadas a fauna e flora da região pantaneira. Os seus pacotes de hospedagem incluem desde trilhas, passeios ciclísticos e de barco até safári para observação de onças pintadas.

O ex-presidente Michel Temer, o casal de apresentadores Luciano Huck e Angélica e até o ator Harrison Ford, são algumas das “estrelas” que já se hospedaram no complexo turístico de alto padrão.

 

Deixe seu Comentário

Set 2

Leia Também

Bolsonaro tem alta e deixa hospital em São Paulo
WWF-Brasil lança concurso de fotografia para destacar as belezas naturais do Pantanal e da bacia do Alto Paraguai
Violência por dizer “não” ao ex-namorado fez Ana largar tudo e sair pelo mundo
Dica da semana: "O Homem que Viu o Infinito"
MS registrou 2.070 focos de calor em setembro, segundo dados do Inpe
Em 12 horas, queimadas destruíram 200 hectares em Bodoquena
Sem poder doar medula para Calebe, mãe quer alguém compatível para livrar seu filho da leucemia
Mato Grosso do Sul é o segundo no País com mais abates de bovinos
Homem leva mordida de cão, exige desculpas do vizinho e denuncia crime em MS: 'Coloca vinagre que é bom'
Marido quer que mulher aborte bebê só porque é uma menina