Menu
Busca terça, 19 de novembro de 2019
(67) 99820-0742
Set

Queimada no Pantanal de MS termina com chuva e trabalho que envolveu quase 300 combatentes

10 novembro 2019 - 08h00Por G1/MS

No sobrevoo de reconhecimento a Defesa Civil constatou que não há mais focos e nem fumaça nos campos pantaneiros. Foram quase 300 combatentes, bombeiros de Mato Grosso do Sul, aviões de Mato Grosso e Distrito Federal, brigadistas do Prevfogo e Ibama, além de aviões. Nas fazendas próximas aos focos foram montadas bases de apoio. Um esforço enorme para conseguir conter o avanço do fogo.

No fechamento da operação os números surpreenderam. Nos poucos mais de dez dias de combate foram destruídos mais de 161 mil hectares de vegetação no Pantanal Sul, área que representa mais que todo o município de São Paulo. Além do esforço das equipes no campo, a chuva chegou encharcando o solo e ajudando a extinguir até mesmo o fogo subterrâneo, quando as raízes continuavam queimando.

Nesses mais de dez de combate as chamas, os bombeiros e brigadistas enfrentaram momentos impressionantes, eles combateram até durante as madrugada. As labaredas se levantaram no meio do mato seco e foi preciso retirar as equipes do combate porque estava perigoso. Em meio a tanta destruição, muitos animais não resistiram.

 
Queimada controlada no Pantanal de MS  — Foto: TV Morena/ReproduçãoQueimada controlada no Pantanal de MS  — Foto: TV Morena/Reprodução

Queimada controlada no Pantanal de MS — Foto: TV Morena/Reprodução

Deixe seu Comentário

Set 2

Leia Também

Com vizinho assaltado 3 vezes em 24h, bairro "se vira" contra ladrões
Projeto Nossa Energia beneficia famílias de Corumbá e Ladário durante Festival América do Sul Pantanal
Unigran oferece desconto de até 50% na matrícula para 2020
Estados discutem mudanças em regras para cobrança do ICMS
Pelé comemora 50 anos de seu histórico milésimo gol na carreira
Refis da Prefeitura já arrecadou mais de R$ 1 milhão este ano
Plantio da soja atrasa em mais de 30% e preocupa lideranças rurais
Dono do Shopping China está entre os procurados em nova fase da Lava Jato
Desemprego cai, mas MS ainda tem 108 mil em busca de trabalho
Motociclista morre após colidir com caminhão e polícia investiga