Menu
Busca domingo, 12 de julho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Homem é preso em MS ao provocar queimada em área de preservação; 2ª vez em seis anos

11 setembro 2019 - 16h35Por G1/MS

Um homem de 44 anos foi preso terça-feira (10), em Mato Grosso do Sul, ao ser flagrado provocando queimada em uma área de preservação ambiental. O caso foi em Rio Brilhante, a 150 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência, policiais receberam denúncia de que havia uma pessoa colocando fogo na área de mata às margens do córrego que fica dentro da cidade e foram até o local. Lá, se depararam como chamas "de grande proporções" e o homem próximo. No bolso dele foi encontrado um isqueiro.

Conforme a polícia, no momento do flagrante já tinham sido queimados 400 hectares de mata nativa. Policiais e funcionários da prefeitura tentavam apagar o fogo com água de caminhão-pipa.

O homem foi levado para a delegacia e autuado em flagrante por colocar fogo em mata nativa. Foi arbitrada fiança pelo delegado e pelo juiz de R$ 1,5 mil, mas como o suspeito não tem dinheiro para pagar, continua preso.

A Polícia Militar Ambiental (PMA) aplicou multa administrativa de R$ 5 mil. Esta é a segunda vez que o homem é preso por colocar fogo em mata. A primeira foi em 2013, também em Rio Brilhante.

Queimadas

combinação calor e tempo seco tem provocado queimadas em todo Mato Grosso do Sul. Há incêndios ainda na Bolívia e no Paraguai, que levam fumaça para as cidades da região de fronteira.

A situação é mais crítica nos municípios da região do Pantanal e norte do estado.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sobre pandemia, Bolsonaro afirma que o pânico foi disseminado
Mulher é encontrada morta em Corumbá
Colisão frontal mata motociclista na MS-162 e motorista de carro é flagrado bêbado
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 44 milhões na terça-feira
Universidades desenvolvem apoio a diagnóstico de covid-19 com raio-x
Rapaz é baleado e foge da UPA com medo de ser preso
Discussão por terreno termina com homem ferido com tiro em MS
Ao sair de posto, carreta atropela e mata casal que seguia em moto
Caminhoneiro fica 15h refém de bandidos que fogem levando veículo em MS
Festival da Canção da UEMS 2020 é adiado e será no formato on-line