Menu
Busca sábado, 30 de maio de 2020
(67) 99820-0742
Set

Em meio à pandemia, China abandona meta para o PIB pela 1ª vez desde 1990

22 maio 2020 - 10h45Por MidiaMax

Em meio à pandemia de coronavírus que já matou mais de 335 mil pessoas em todo o mundo, o governo da China resolveu desistir de estabelecer uma meta para o Produto Interno Bruto (PIB) deste ano, citando “grande incerteza” decorrente da crise sanitária.

“Não definimos uma meta específica para o crescimento este ano. Isso porque nosso país vai encarar alguns fatores que são difíceis de prever, em razão da grande incerteza em relação à pandemia de covid-19 e ao ambiente da economia e do comércio mundial”, disse o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, na abertura do Congresso Nacional do Povo, em Pequim, nesta sexta-feira (22).

É a primeira vez que o governo não estabelece uma meta para a economia desde que os números do PIB começaram a ser divulgados, em 1990.

O Congresso Nacional da China é o evento político mais importante do ano, no país asiático, mas foi ofuscado por acusações de que Pequim deve ser responsabilizada pela pandemia, além de preocupações sobre o efeito do surto da doença no mercado de trabalho.

No primeiro trimestre deste ano, a economia chinesa encolheu 6,8% – a primeira contração desde 1992. (Com agências internacionais)

Deixe seu Comentário

Set 2

Leia Também

Contas públicas têm resultado negativo de R$ 94,3 bilhões em abril
Polícia Federal deflagra operação contra quadrilha de roubo a bancos
Guedes reconhece que crédito não chega a pequenas empresas e promete medidas
Bolsonaro condecora Weintraub e Aras com Ordem de Mérito Naval
Preso ex-marido suspeito de matar casal a facadas na frente de menina de 3 anos
Com mais de 10 mil notificações, MS chega a 1.356 casos do novo coronavírus
Procon-MS notifica loja de cosmético por abuso no preço
Prefeitura de Campo Grande remaneja R$ 7,1 milhões em recursos
Salário dos servidores estaduais será depositado no dia 4 de junho em MS
Garis encontram corpo em matagal