Menu
Busca terça, 17 de setembro de 2019
(67) 99820-0742
Set
Deodapolis

Carregador de celular na tomada pode ter causado incêndio que destruiu quarto de residência em MS

12 setembro 2019 - 10h20Por G1/MS

Um incêndio destruiu o quarto de uma casa e a suspeita é que o fogo teria começado após um curta-circuito em um carregador de celular que estava conectado na tomada. O incidente ocorreu na tarde desta terça-feira (10), em Deodápolis, a 263 km de Campo Grande.

De acordo com a Polícia Militar, o morador da casa estava na sala de estar quando as chamas começaram no cômodo. Ele saiu da residência e foi até o carro pegar um extintor, mas o fogo já tinha destruído parte do quarto.

Uma das filhas do morador, Geovana de Oliveira, de 22 anos, disse que o quarto ficou destruído e outros cômodos da casa ficaram com as paredes preta por conta da fumaça. Ela mora no local com os pais e mais uma irmã.

 
Janela e ar-condicionado foram danificados por conta de chamas, em Deodápolis (MS). — Foto: Deodápolis NewsJanela e ar-condicionado foram danificados por conta de chamas, em Deodápolis (MS). — Foto: Deodápolis News

Janela e ar-condicionado foram danificados por conta de chamas, em Deodápolis (MS). — Foto: Deodápolis News

Conforme Geovana, o pai tentou usar o extintor, mas por conta do fogo se alastrar de forma muito rápido, foi impossível de controlá-lo. A jovem ainda informou que a família terá que ficar em outra casa até reforma do local e que os prejuízos ainda não foram contabilizados.

A Polícia Militar informou que a Defesa Civil foi até a casa e que foram utilizados cerca de mil litros de água. Uma perícia foi feita na residência na manhã dessa quarta-feira (11) para investigar as causas do incêndio.

 
Teto de cômodo ficou destruído por conta das chamas. — Foto: Deodápolis NewsTeto de cômodo ficou destruído por conta das chamas. — Foto: Deodápolis News

Teto de cômodo ficou destruído por conta das chamas. — Foto: Deodápolis News

Deixe seu Comentário

Set 2

Leia Também

Bolsonaro tem alta e deixa hospital em São Paulo
WWF-Brasil lança concurso de fotografia para destacar as belezas naturais do Pantanal e da bacia do Alto Paraguai
Violência por dizer “não” ao ex-namorado fez Ana largar tudo e sair pelo mundo
Dica da semana: "O Homem que Viu o Infinito"
MS registrou 2.070 focos de calor em setembro, segundo dados do Inpe
Em 12 horas, queimadas destruíram 200 hectares em Bodoquena
Sem poder doar medula para Calebe, mãe quer alguém compatível para livrar seu filho da leucemia
Mato Grosso do Sul é o segundo no País com mais abates de bovinos
Homem leva mordida de cão, exige desculpas do vizinho e denuncia crime em MS: 'Coloca vinagre que é bom'
Marido quer que mulher aborte bebê só porque é uma menina