Menu
Busca sexta, 27 de novembro de 2020
(67) 99820-0742

Serviço de Inspeção Municipal deve ser implantado em Ladário ainda este ano

26 abril 2017 - 13h50Por Assessoria de Comunicação da PML

Está quase pronta a minuta da lei que deve implantar em Ladário, o Serviço de Inspeção Municipal (SIM). É uma forma de certificação da produção de alimentos de origem animal, que viabiliza ao produtor fazer a comercialização, com garantia de qualidade do produto, tornando-o confiável ao consumidor.

“Essa minuta ainda pode sofrer algumas modificações, mas no geral, ela já está confeccionada”, disse Andréia Victório, diretora presidente da Fundação do Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural. O trabalho está sendo feito em conjunto com a Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (AGRAER), órgão do Governo do Estado que atua no município de Ladário e com a Vigilância Sanitária Municipal.

O processo é longo, mas deve ajudar a organizar um setor que vem crescendo a cada dia. O pequeno produtor rural vem ganhando espaço e preferência junto ao consumidor. Ladário já produz muito do que se vende nas feiras e nos mercados, como queijo, doces, embutidos, e produtos in natura, como leite, verduras e legumes.

“Essa comercialização não é regulamentada, mas com a vinda do SIM, os produtores poderão trabalhar de uma forma legalizada e fiscalizada, levando ao consumidor, produtos comprovadamente de qualidade”, disse Leandro Henrique Jung  coordenador da Agraer em Ladário. Ainda segundo ele, o SIM fortalece o trabalho da agência no incentivo à produção.

A minuta está na Secretaria de Planejamento, e na sequência, irá para o parecer final dos advogados da Procuradoria Geral do Município. Depois o prefeito Carlos Ruso vai enviar o projeto à Câmara para apreciação e aprovação dos vereadores. “Acreditamos que ainda este ano teremos a lei vigorando”, disse Andréia, que acredita no desenvolvimento da produção rural a partir da criação do SIM.

Os serviços de inspeção são exigidos pela Vigilância Sanitária como forma de controle dos produtos brasileiros ofertados ao consumidor. São três instâncias, o Municipal, que dá direito ao produtor fazer a comercialização no município, o Estadual, que garante circulação em todo o Estado, e o Federal, que credencia o produto para venda em todo o país.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Com artesanatos produzidos por reeducandos, 12ª Feira do Artesão Livre “Especial de Natal’ será em formato virtual pelo WhatsApp
PF cumpre mandados de busca contra exploração sexual de crianças
SES realiza webinário sobre ‘Febre Amarela: Humana, Animal e Imunização’
PF deflagra nova fase da Lava Jato; alvo é ex-funcionário da Petrobras
Capacitações devem atingir mais de 4 mil profissionais da assistência social em MS
Corpo de Maradona é velado no palácio presidencial da Argentina
Indígenas de MS começam ser contratados para colheita da maçã
Polícia prende dois por suspeita de crimes eleitorais no Rio
Operação Pátio Zero: mais de 400 motocicletas estão disponíveis em leilão de sucata aproveitável
2ª alta em novembro: preço da gasolina sobre 4% nesta quinta-feira