Menu
Busca sábado, 14 de dezembro de 2019
(67) 99820-0742
Set

Produtor aciona a PM durante plantio e índios entram em confronto com a polícia

04 dezembro 2019 - 08h30Por MidiaMax

Produtor rural procurou a Polícia Civil e denunciou ataque de indígenas durante um plantio nesta terça-feira (03) em uma propriedade rural nas proximidades da Avenida Guaicurus em Dourados, cidade a 220 quilômetros de Campo Grande. No local há um acampamento indígena.

O proprietário disse na delegacia que estava com oito trabalhadores durante o plantio, quando aproximadamente 45 indígenas chegaram e foram para cima dos tratores onde estavam os funcionários.

Ainda segundo o produtor, os indígenas queriam expulsá-los, e em um dado momento, um dos índios teria efetuado um disparo de arma de fogo na direção de um dos tratores. O grupo indígena também tentou atear fogo utilizando coquetéis molotov, segundo o produtor.

A Polícia Militar então foi acionada, quando iniciou-se o confronto. No boletim de ocorrência feita pela Polícia Militar, consta que eles foram acionados para irem ao local no início da manhã desta terça, devido a denúncia de que os indígenas ameaçavam e impediam os sitiantes de plantar, tentando incendiar as máquinas agrícolas.

No local foram equipes da Força Tática e Getam (Grupamento Especial Tático de Motos). Com a chegada, de acordo com a polícia, foi constatado que um grupo com aproximadamente 70 pessoas, todos escondendo os rostos com camiseta, portando arco e flechas, foices, facões, estilingues, bombas caseiras e coquetel molotov ameaçavam e investiam contra os sitiantes.

Ainda segundo a PM, foi necessário o uso de equipamentos de menor potencial ofensivo, quando o grupo começou a atacar as equipes policiais com flechas e pedradas, vindo a danificar o para-brisas de uma viatura. Logo após houve dispersão e ninguém foi preso.

O produtor rural fez um boletim de ocorrência por esbulho possessório e a Polícia Militar por dano ao patrimônio público.

Produtor rural procurou a Polícia Civil e denunciou ataque de indígenas durante um plantio nesta terça-feira (03) em uma propriedade rural nas proximidades da Avenida Guaicurus em Dourados, cidade a 220 quilômetros de Campo Grande. No local há um acampamento indígena.

O proprietário disse na delegacia que estava com oito trabalhadores durante o plantio, quando aproximadamente 45 indígenas chegaram e foram para cima dos tratores onde estavam os funcionários.

Ainda segundo o produtor, os indígenas queriam expulsá-los, e em um dado momento, um dos índios teria efetuado um disparo de arma de fogo na direção de um dos tratores. O grupo indígena também tentou atear fogo utilizando coquetéis molotov, segundo o produtor.

A Polícia Militar então foi acionada, quando iniciou-se o confronto. No boletim de ocorrência feita pela Polícia Militar, consta que eles foram acionados para irem ao local no início da manhã desta terça, devido a denúncia de que os indígenas ameaçavam e impediam os sitiantes de plantar, tentando incendiar as máquinas agrícolas.

No local foram equipes da Força Tática e Getam (Grupamento Especial Tático de Motos). Com a chegada, de acordo com a polícia, foi constatado que um grupo com aproximadamente 70 pessoas, todos escondendo os rostos com camiseta, portando arco e flechas, foices, facões, estilingues, bombas caseiras e coquetel molotov ameaçavam e investiam contra os sitiantes.

Ainda segundo a PM, foi necessário o uso de equipamentos de menor potencial ofensivo, quando o grupo começou a atacar as equipes policiais com flechas e pedradas, vindo a danificar o para-brisas de uma viatura. Logo após houve dispersão e ninguém foi preso.

O produtor rural fez um boletim de ocorrência por esbulho possessório e a Polícia Militar por dano ao patrimônio público

Deixe seu Comentário

TECNODENTAL
Set 2

Leia Também

Filipina é presa por estelionato em Dourados
Dupla é presa após ser flagrada por PM enquanto assaltava na avenida Bandeirantes
Motorista embriagado bate em carro estacionado e esposa se machuca na rua Brilhante
Sem arrecadar R$ 26 milhões, novas taxas querem reduzir em até 30% valores de registro de imóveis
Corumbá realiza a última campanha de doação de sangue do ano
No Dia do Marinheiro, prefeito destaca atuação da Marinha na região pantaneira
Dia “D” de Combate a Dengue movimenta a praça Ceu
Vereador sugere estudos para substituição das lajotas por asfalto em ruas do centro
Vereador pede mais segurança no Aeroporto e no Padre Ernesto Sassida
Huck entrega R$ 1 milhão a campo-grandense e destaca gratidão a Cidade Morena