Menu
Busca segunda, 30 de novembro de 2020
(67) 99820-0742

Prefeitura recupera telhado e forro da Igreja Nossa Senhora da Candelária

14 outubro 2016 - 14h05

Enquanto aguarda liberação da verba para restaurar a Matriz Nossa Senhora Candelária, a Prefeitura de Corumbá, com recursos próprios, já está executando serviços de recuperação do telhado e forro da igreja, conforme o que ficou pactuado entre o prefeito Paulo Duarte e o bispo diocesano de Corumbá, Dom Segismundo Martinez Álvares.

Nas obras, a Prefeitura está investindo R$ 76.835,07, e são necessárias para conter os problemas de infiltrações no prédio interditado pela Defesa Civil. A restauração do prédio é um dos projetos aprovados pelo PAC das Cidades Históricas.

Os serviços estão seguindo os projetos arquitetônico e complementares elaborados pela Prefeitura, por meio da Fundação de Desenvolvimento Urbano e Patrimônio Histórico (Fuphan). Cópias foram entregues pelo prefeito ao bispo Dom Martínez, justamente para que as intervenções necessárias sigam os projetos aprovados pelo Iphan.

Com as obras atuais, o projeto aprovado pelo Governo Federal terá uma redução do custo com a dedução dos valores que estão sendo aplicados pela Prefeitura e pela Diocese que tem conseguido recursos oriundos de campanhas na cidade. O projeto inicial aprovado pelo PAC das Cidades Históricas é de R$ 1.807.227,00.

Termo de cooperação

As cópias dos projetos entregues ao bispo fazem parte de um termo de cooperação firmado entre a Prefeitura e a Diocese, e somente aconteceu após o Iphan ter autorizado a busca de outras alternativas para viabilizar a execução da obra necessária, enquanto se espera a liberação de verba federal.

Os projetos cedidos pela Fundação de Desenvolvimento Urbano e Patrimônio Histórico à Diocese de Corumbá são os seguintes: projeto arquitetônico, incluindo restauração dos monumentos, planilha quantitativa-orçamentária com cotações, memória de cálculo e composições; bem como projetos complementares (projeto de estrutura metálica, estrutura e fundações; projeto de segurança contra incêndio e pânico; projeto de instalações elétricas e luminotécnicas; projeto de instalação de água fria e esgoto).

 

Fonte: Assessoria de Imprensa 

Deixe seu Comentário

Leia Também

R$ 4,79: MS tem gasolina mais cara do Brasil, segundo levantamento
Mãe abandona crianças de 2 e 6 anos sozinhas para usar drogas no Vida Nova
Mãe tirou foto da filha momentos antes de ela morrer eletrocutada por decoração
Idosa é morta a facadas e tem casa queimada; principal suspeito é marido, que está internado
Funcionários de terceirizada da Energisa entram em greve por tempo indeterminado
Pedreiro e adolescentes mataram vizinho no Nova Lima em briga por registro de água
Agepan inicia mais uma campanha de fiscalização da geração de energia elétrica
Farmacêutica dos EUA vai solicitar uso emergencial de vacina contra Covid-19 no país e na Europa
Três acertam seis dezenas e levam R$ 33 mil em sorteio da Nota MS Premiada
Bio-Manguinhos fornece novo remédio para doenças reumatológicas ao SUS