Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
(67) 99820-0742

Prefeitura inicia retirada de contêineres após sugestão de vereador

27 abril 2017 - 15h36Por Assessoria de Comunicação da Câmara

A Prefeitura de Corumbá iniciou a retirada de contêineres destinados à coleta seletiva e instalados em pontos de entrega voluntária da área urbana da cidade. A remoção foi sugerida pelo vereador Chicão de Barros (Solidariedade), pelo fato de que grande parte se encontrava em situação deplorável, servindo de depósito para lixo orgânico, não atendendo a sua finalidade.

Chicão informou que a diretora-presidente da Fundação de Meio Ambiente, Ana Cláudia Boabaid, encaminhou ofício em resposta ao requerimento enviado pela Câmara Municipal, comunicando a remoção de contêineres em pontos onde não vinham sendo utilizados como deveria.

“Ela nos explicou que nem todos serão retirados. Nos pontos onde a coleta está ocorrendo de forma adequada, a Prefeitura vai manter os contêineres e, ao mesmo tempo, vai iniciar um trabalho de conscientização sobre a coleta seletiva, para que estes equipamentos sejam utilizados da forma adequada”, explicou Chicão.

Os contêineres estão sendo depositados em uma área da Prefeitura, atrás do Paço Municipal. Grande parte se encontra depredado, alguns sem a parte do fundo e tampa, ou mesmo queimados, devido a ações de vândalos. “A Ana nos explicou que existem pontos da cidade, onde os contêineres estão sendo utilizados de forma adequada. Estes serão mantidos e a Prefeitura vai reforçar a campanha de conscientização”, reforçou.

Ao todo foram instalados 303 contêineres na cidade. A reivindicação do vereador foi feita no dia 03 de abril. Na época ele justificou a solicitação, alegando que a grande maioria não vinha sendo utilizada de forma correta, servindo para depósito de lixo domiciliar (orgânico), se tornando potenciais criadouros para mosquitos transmissores de doenças virais, e até mesmo depósitos de animais mortos.

Chicão pediu ainda que, antes de dar continuidade ao programa de coleta seletiva, era preciso realizar um intenso trabalho de educação ambiental, para conscientizar a população sobre o assunto. Para ele, enquanto isto não ocorrer, o melhor é retirar as peças, armazená-las em um depósito, para evitar prejuízos maiores, e minimizar danos ao meio ambiente e à saúde da população.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia do Rio desarticula grupo que aplicava golpe da casa própria
Governo libera entrada de estrangeiros em todos os aeroportos do país
País tem 13 milhões de desempregados
Bolsonaro é internado para fazer cirurgia em São Paulo
Homem é assassinado com 6 tiros em frente a espetinho
PM de Corumbá prende indivíduos por Tráfico de Drogas no bairro Popular Nova
Rapaz morre após bater moto em carro no Estrela do Sul
Saúde atualiza novamente procedimentos para aborto no SUS
Libertadores: Líder do Grupo G, Santos enfrenta o Delfín no Equador
Justiça autoriza retorno das aulas no Colégio Militar do Rio