Menu
Busca sexta, 30 de outubro de 2020
(67) 99820-0742

Governo investe R$ 7,1 milhões em obras em Corumbá e Aparecida do Taboado

15 junho 2016 - 17h07

A Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos  (Agesul) publicou no Diário Oficial do Estado de hoje (15) R$ 7,1 milhões em contratos que beneficiam os municípios de Corumbá e Aparecida do Taboado. No Diário também divulgou a ordem inicial de serviço para a elaboração de projetos de pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais em Porto Murtinho e o estudo topográfico e geotécnico na Capital. O contrato para elaboração dos projetos somam R$ 80.100,00 e o prazo é de 60 dias consecutivos para execução.

Em Corumbá o contrato destina-se a restauração funcional dos pavimentos das vias Cabral, Albuquerque, 21 de Setembro, Dom Pedro II, Edu Rocha e Esmeralda e o valor investido será de R$ 4.993.465,46. Já o contrato para Aparecida do Taboado prevê a restauração asfáltica da rodovia MS-316, que passa por dentro do município e é conhecida como avenida Presidente Vargas, no trecho do entroncamento da BR-158/MS e a Avenida João Pedrossian, com investimentos de R$ 2.169.097,17. Ambos os contratos serão custeados pelo Fundersul.

Outro contrato divulgado pela Agência tem como objeto a contratação de serviços de consultoria para análise comparativa dos resultados das pesquisas de impacto socioeconômico das novas pavimentações do Estado. O valor do contrato é de R$ 32.250,00 e o período da consultoria de 60 dias.

 

Fonte: Notícias MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

França eleva nível de ameaça à segurança para patamar mais alto
PMA aumenta fiscalização contra pesca ilegal e tráfico de animais
Inflação dos aluguéis fica em 3,23% em outubro, diz FGV
Operação mobiliza 20 mil policiais, Exército e Marinha contra crime organizado em MS, MG, SP e PR
Alex Telles, do Manchester United, testa positivo para covid-19
Menina de 4 anos é atingida por raio e morre no RJ
Denúncias contra direitos humanos podem ser feitas via WathsApp
Idosa morre depois de transferência do Hospital de Bonsucesso, no Rio
Covid-19 pressiona Reino Unido a seguir lockdowns de França e Alemanha
Décimo terceiro salário deve injetar R$ 208 bi na economia