Menu
Busca segunda, 01 de junho de 2020
(67) 99820-0742
Set

Governo investe R$ 7,1 milhões em obras em Corumbá e Aparecida do Taboado

15 junho 2016 - 17h07

A Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos  (Agesul) publicou no Diário Oficial do Estado de hoje (15) R$ 7,1 milhões em contratos que beneficiam os municípios de Corumbá e Aparecida do Taboado. No Diário também divulgou a ordem inicial de serviço para a elaboração de projetos de pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais em Porto Murtinho e o estudo topográfico e geotécnico na Capital. O contrato para elaboração dos projetos somam R$ 80.100,00 e o prazo é de 60 dias consecutivos para execução.

Em Corumbá o contrato destina-se a restauração funcional dos pavimentos das vias Cabral, Albuquerque, 21 de Setembro, Dom Pedro II, Edu Rocha e Esmeralda e o valor investido será de R$ 4.993.465,46. Já o contrato para Aparecida do Taboado prevê a restauração asfáltica da rodovia MS-316, que passa por dentro do município e é conhecida como avenida Presidente Vargas, no trecho do entroncamento da BR-158/MS e a Avenida João Pedrossian, com investimentos de R$ 2.169.097,17. Ambos os contratos serão custeados pelo Fundersul.

Outro contrato divulgado pela Agência tem como objeto a contratação de serviços de consultoria para análise comparativa dos resultados das pesquisas de impacto socioeconômico das novas pavimentações do Estado. O valor do contrato é de R$ 32.250,00 e o período da consultoria de 60 dias.

 

Fonte: Notícias MS

Deixe seu Comentário

Set 2

Leia Também

Vacinação é prorrogada para público de todas as fases da campanha
Manicure presa por furtar carne de mercado disse que estava passando fome
Medalhista olímpica no vôlei, Virna testa positivo para covid-19
CORONAFEST: de concurso de miss a festão em chácara, Campo Grande dá péssimo exemplo
Suspeitos de fraudar venda de respiradores são presos no DF e RJ
Agência Brasil explica como declarar investimentos no Imposto de Renda
Polícia Federal apreende de 1,4 tonelada de drogas no país em maio
Centros comunitários identificarão de forma precoce covid-19
Caixa credita auxílio emergencial em contas dos beneficiários
Moro responde: Bolsonaro ‘desejava rebelião armada contra medidas sanitárias’