Menu
Busca terça, 25 de fevereiro de 2020
(67) 99820-0742
Set

Fiscais e analistas da Receita Federal dão início na operação-padrão como forma de protesto

14 julho 2016 - 18h48

Quem passou de carro ou a pé, nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira, 14 de julho, pelo Posto Edras, localizado na divisa da fronteira entre Brasil e Bolívia, enfrentou um congestionamento. Toda essa movimentação faz parte da paralisação nacional que os auditores fiscais e analistas da Receita Federal deflagraram em toda região de fronteira, denominada operação- padrão.

De acordo com o auditor fiscal da Receita Federal, Hermano Toscano, ao Corumbá Agora, ele explicou que a operação trata-se de uma mobilização nacional, que tem como objetivo chamar a atenção do governo para que cumpra o termo de acordo salarial que foi assinado em março, deste ano, após um mês de negociações.

“Queremos um tratamento isonômico ao que foi dispensado às outras carreiras do Poder Executivo, Legislativo e Judiciário que tiveram seus projetos de lei (fruto de acordos também assinados) encaminhados para o congresso nacional, inclusive com aprovação nas duas casas (câmara e senador)”, disse o auditor da Receita Hermano Toscano.

Ainda conforme ele, essa paralisação foi aprovada por meio de uma assembleia, onde ficou estabelecido que essas fiscalizações deverão acontecer no decorrer da semana.

“Iremos suspender alguns serviços na inspetoria da nossa região, como a fiscalização de contribuintes que deverá ficar suspensa por tempo indeterminado, até que a operação acabe”, informou.

Só nas primeiras horas da operação-padrão, além de fiscalização em veículos, foram apreendidos peças de roupas, artesanato e cerca de 5 kg de queijo, que estavam entrando ilegalmente em território nacional.  

 

 

Fonte: Corumbá Agora 

Deixe seu Comentário

Set 2
TECNODENTAL

Leia Também

Marquês de Sapucaí canta as belezas e a riqueza da identidade cultural de Corumbá
Homenagem à Dona Maninha escola de samba Imperatriz é destaque em desfile
Morre secretário de governo Dirceu Lanzarini, após ser baleado na cabeça
Atacado por pit bull, Carlos chora e pede ajuda para voltar a SP
Sindicato exige investigação rigorosa após PCC ameaçar 4 agentes penitenciários
Postos médicos atendem a 491 pessoas no Sambódromo do Rio
Carro avança sobre multidão na Alemanha
Coronavírus cancela circuito mundial de natação paralímpica na Itália
Militar detido com cocaína na Espanha é condenado a 6 anos de prisão
Adolescente é detido com revólver em pós-festa de Carnaval no Centro