Menu
Busca terça, 17 de setembro de 2019
(67) 99820-0742
Set

Feriadão registrou 6 mortes e 3 graves acidentes em MS

12 outubro 2015 - 21h35

Segundo os dados divulgados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), neste feriadão foram realizados 573 testes de alcoolemia e duas prisões foram feitas. Foram fiscalizados 2.616 veículos e 2.643 pessoas, recolhidas 18 CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e 65 CRLV (Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo). De acordo com os dados, seis pessoas morreram nas rodovias de Mato Grosso do Sul.

Conforme balanço, aconteceram três acidentes graves e seis pessoas ficaram feridas, a PRF autuou 96 motoristas por ultrapassagem indevida. A operação conta com 60 viaturas, oito radares estáticos e 80 bafômetros.

Já foram registrados seis mortes nas rodovias federais de Mato Grosso do Sul. Um dos acidentes ocorreu na BR- 158, em Paranaíba, no KM 25 da rodovia quando uma empresária colidiu o carro em que estava com uma carreta, ficando presa às ferragens.

O outro acidente na mesma rodovia ocorreu no KM 69, quando quatro pessoas morreram e um ficou em estado grave. O acidente envolveu quatro veículos e aconteceu por causa de grãos espalhados na rodovia e à chuva. E na BR-163 em São Gabriel do Oeste um motociclista morreu.  

 

Da Redação

 

 

Deixe seu Comentário

TECNODENTAL
Set 2

Leia Também

Bolsonaro tem alta e deixa hospital em São Paulo
WWF-Brasil lança concurso de fotografia para destacar as belezas naturais do Pantanal e da bacia do Alto Paraguai
Violência por dizer “não” ao ex-namorado fez Ana largar tudo e sair pelo mundo
Dica da semana: "O Homem que Viu o Infinito"
MS registrou 2.070 focos de calor em setembro, segundo dados do Inpe
Em 12 horas, queimadas destruíram 200 hectares em Bodoquena
Sem poder doar medula para Calebe, mãe quer alguém compatível para livrar seu filho da leucemia
Mato Grosso do Sul é o segundo no País com mais abates de bovinos
Homem leva mordida de cão, exige desculpas do vizinho e denuncia crime em MS: 'Coloca vinagre que é bom'
Marido quer que mulher aborte bebê só porque é uma menina