Menu
Busca quarta, 11 de dezembro de 2019
(67) 99820-0742
Set

Corpo é encontrado boiando no rio Paraguai e pode ser de homem desaparecido

13 julho 2016 - 15h46

O Terceiro Grupamento do Corpo de Bombeiros de Corumbá foi acionado por volta das 07h30, desta quarta-feira, 13 de julho, sobre um corpo, de um homem, que estava boiando no rio Paraguai, nas proximidades do quartel do 17º Batalhão de Fronteira.

A vítima que não foi identificada pode ser Anderson Luís Santos Corrêa, de 42 anos, que desapareceu no dia 11 de julho, no rio Paraguai. Ele estava no Porto Geral de Corumbá, quando foi visto pela última vez.  

De acordo com as informações repassadas pelo Corpo de Bombeiros, as características físicas apontam por ser Anderson, bem como a sua vestimenta. Os militares já estavam no terceiro dia de buscas pelo homem.

O resgate do corpo aconteceu com a ajuda dos militares do 6º Distrito Naval e do Exército Brasileiro. Já o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Corumbá, onde aguarda perícia e familiares para o reconhecimento do corpo.

Desaparecido

O rapaz havia desaparecido no dia 11 deste mês, e conforme as informações repassadas por testemunhas, o homem estava às margens do rio Paraguai, quando acabou se desequilibrando e caiu no rio, sendo submergindo a uma tubulação, que fica próximo a um posto de combustível na região.

 

Fonte: Leonardo Cabral (colaboração) 

Deixe seu Comentário

Set 2
TECNODENTAL

Leia Também

Nova fase da Lava Jato investiga repasses do grupo Oi para empresa de filho de Lula
Veneza sofre com baixa em reservas de hotéis após inundação
Saiba como o cigarro eletrônico afeta os pulmões
Preço da carne vai recuar em 2020, mas será maior do que o registrado até setembro, dizem frigoríficos
Tiroteio em mercado nos EUA deixa mortos, entre eles um policial
Ativista Greta Thunberg muda descrição no Twitter para 'pirralha' após declaração de Bolsonaro
Bolsonaro assina MP com regras para regularização fundiária
Sexta turma do STJ manda soltar ex-governador Luiz Fernando Pezão
De doer o coração: ambientalista flagra seis tatus atropelados
Amor de redes sociais: casal que espancou filho adotivo esbanjava afeto no Facebook